terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Textual description of firstImageUrl

World War Z

Viram o filme World War Z? E se em vez de seguirmos os passos do Brad Pitt, tivermos de ser nós próprios a salvar a nossa pele, enquanto tentamos encontrar o nosso filho? Este  World War Z da Paramount Digital Entertainment, é o jogo que foi criado para promover o filme, e vale bem a pena para quem gosta destes ambientes assustadores carregados de zombies.


Primeira coisa a notar, os gráficos são muito bons, e o 3D está ao nível dos melhores jogos que usam o motor Unreal 3D. E depois uns controlos que nos deixam movimentar o nosso personagem de uma forma simples e casual, ou então optar por jogar como um qualquer veterano de um First Person Shooter, onde temos um joystick para controlar o movimento e outro para olhar em volta (inclusive a opção de poder disparar manualmente).


O jogo é assim uma mistura de First Person Shooter com acção "On Rails", sendo possível assistir a imensas cut scenes, onde ficamos a ver os eventos desenrolarem-se diante dos nossos olhos, até que sejamos nós de novo a controlar a acção. É esse o caso do início do jogo, onde estamos sentados num café a falar com o nosso filho, e se despenha um avião contra o edifício. Como se não fosse já um drama suficiente, este cenário dantesco enche-se num ápice de pessoas infectadas, autênticos zombies cheios de adrenalina que destroem tudo no seu caminho, mordendo todas as pessoas vivas.

Se viram o filme, já sabem que estes não são zombies normais, mas sim uns mortos vivos bem rápidos, e altamente agressivos. Aqui no jogo comportam-se exactamente da mesma maneira, o que acaba por ser tão assustador como no filme.


O jogo vai avançando com ritmos diferentes, ora estamos a explorar um beco, ou um edifício, recolhendo tudo o que encontrarmos de útil (informações dos computadores pessoais, documentos, passwords dos placares, munições), ou então estamos de pistola na mão a jogar ao tiro ao alvo, apenas controlando o movimento da mão com a pistola (o disparo automático é muito útil, para a cabeça, já sabem como é) a matar os zombies que vêm a correr na nossa direcção.

Quando os zombies nos aparecem de surpresa, muito próximos da nossa pessoa, entramos num combate mano a mano de proximidade, que é bem mais difícil e chato que o tiro ao alvo, onde temos de nos desviar dos seus ataques, empurrá-los, e tentar acertar-lhes com o pé de cabra na cabeça (deslizando o dedo no ecrã).


Por vezes quando estamos a explorar um local, podemos interagir com rádios para ouvir as emissões de emergência (onde vamos descobrir que há um homem com um helicóptero à nossa espera), usar o telemóvel para falar com o nosso filho e outras pessoas, mover objectos para desbloquear passagens, usar extintores para apagar fogos, e decorar códigos para abrir portas fechadas com bloqueio por código (muito cuidado com os alarmes, que atraem mais zombies).

O jogo tem uma loja onde se podem adquirir mais munições e armas (para além das que podemos encontrar ao explorar o ambiente à nossa volta), que podem ser compradas usando o XP ganho durante o jogo. Este XP pode ser coleccionado explorando com bastante atenção tudo aquilo que nos rodeia, inclusive verificar se os corpos no chão são mesmo cadáveres.

São 28 níveis bem extensos no modo de história, e temos também um modo de desafios que está acessível no menu principal do jogo. Ficam já avisados que por causa do motor gráfico potente, do iPhone 4 para baixo não será possível correr o jogo. Vejam aqui em baixo o vídeo de apresentação, e passem pela App Store para instalar este magnífico jogo gratuito.


World War Z na App Store (Brasil)

World War Z na App Store (Portugal)

Tamanho: 724 MB



Sem comentários :

Publicar um comentário