terça-feira, 25 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

Aqueduct 101

Hoje temos alguns puzzles para resolver, num jogo que parece à primeira vista o clássico Pipe Mania, mas não é de todo, pois este Aqueduct 101 da Kieffer Bros., é um quebra cabeças bem diferente e inovador, e está neste momento grátis na App Store.


Neste jogo temos de mover blocos quadrados que representam partes de um tubo, de maneira a estabelecer a ligação desde a torneira da água até ao seu destino final. Os blocos que podemos mover com o dedo são de cor azul, bastando arrastá-los livremente para a posição que quisermos, e todos os outros de cores diferentes estão fixos e têm outras funcionalidades.

Depois de conseguirmos estabelecer uma ligação com sucesso da origem ao destino, aparece-nos no ecrã uma torneira para abrirmos a água e fazer assim correr a mesma do início ao fim, desbloqueando assim o próximo puzzle.

O jogo nos primeiros níveis vai-nos explicando o que fazer, e apresentando em jeito de tutorial as novas peças e o que fazer com elas. Dos blocos azuis iniciais, passamos a ter blocos móveis que servem de ponte entre plataformas, blocos que fazem teletransporte, interruptores que abrem portas quando colocamos um bloco azul em cima deles, e até tapetes rolantes que nos vão obrigando a mudar a nossa maneira de pensar para resolver os puzzles.

Com 48 puzzles para resolver, este é um jogo que serve como prelúdio para o jogo completo com 250 puzzles que podem também encontrar na App Store. Aproveitem para instalar este magnífico quebra cabeças já hoje enquanto está grátis no lugar do costume.


Aqueduct 101 na App Store

Tamanho: 58.6 MB



segunda-feira, 24 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

10 anos de Apps do iPhone

E hoje o Apps do iPhone está de parabéns. São 10 anos a trazer uma nova app ou jogo por dia, umas vezes promoções ou apps gratuitas, outras vezes apps ou jogos de uma qualidade tal que é inevitável falar delas aqui no blog. Foram 3161 posts até hoje, e apesar de ter abrandado um pouco desde a loucura dos primeiros anos em que a média de posts ia para os 470 por ano, vou continuar a dar a minha dica diária para todos aqueles que me acompanham há tanto tempo.


"Uma semana depois de ter saído o OS3.0 para o IPhone, começo aqui neste cantinho digital a falar das apps que vão povoando o meu IPhone 3G. Para quem anda sempre atento à appstore como eu, pode não encontrar novidades nas apps que eu for colocando aqui no blog, mas para aqueles que não têm tanto tempo para andar em cima das dezenas e centenas de apps que saiem todos os dias, pode vir a ser bem útil, e é por isso que eu criei este espaço."

Assim começava o primeiro post a falar de uma app de contactos que já não existe na App Store. Na altura estavam na moda as apps de organização de contactos e os jogos de labirinto com esferas de metal. A seguir veio o Shazam, e uma app espectacular que ainda está na App Store, FStream, que nos permite ligar a qualquer rádio através do seu endereço de streaming.


Em 2009 já tinha uma colecção bem grande de amigos com iPhone para quem enviava as minhas dicas de apps e jogos gratuitos por Email. E foi em Junho de 2009 que percebi que tinha de mudar a forma de entrega destas dicas, começando este blog, e partilhando o link com todos, que assim facilitava a minha vida, e podia chegar a muitas mais pessoas ao mesmo tempo.

Para todos aqueles que me acompanham diariamente, podem ter a certeza que é para continuar, e que cá estarei para vos falar daquelas apps e jogos que me chamam à atenção, e que valem a pena de instalar no iPhone. Parabéns Apps do iPhone! \o/

Textual description of firstImageUrl

AR Ruler App – Tape Measure

As primeiras apps a usar a realidade aumentada no iPhone foram as réguas, e só depois começaram a aparecer jogos. Neste caso volto a revisitar as apps de tirar medidas, como esta AR Ruler App – Tape Measure da GRYMALA, que está hoje grátis na App Store e nos permite tirar todo o tipo de medidas, verificar áreas, perímetros, volumes, etc.


Primeiro, esta app permite tirar rapidamente a medida de qualquer coisa em linha recta. Basta dar acesso à câmara no interior da app, deixar detectar os diferentes planos (caso exista mais do que um), escolher o plano, e depois começar a marcar pontos para criar as linhas dos objectos a medir.

Mas as funcionalidades desta app vão bem além de simples linhas rectas, pois é possível tirar medidas aos objectos em 3D, acedendo às opções de cubo, cilindro, ou qualquer uma das funcionalidades de objecto livre em 3D, onde podemos desenhar à vontade à volta do objecto (real ou imaginário), que no final é extraído o resto do objecto em 3D.


No que toca ao 2D podemos tirar medidas de uma divisão no interior de uma casa, onde é calculado de imediato a área e o perímetro, ou medir um simples azulejo rectangular, uma mesa redonda, ou outra vez, de forma completamente livre, objectos ou paredes com contornos arredondados, etc.

A app permite-nos ainda aceder a uma ferramenta específica para calcular alturas, e até calcular ângulos de uma forma bem rápida e eficaz. A margem de erro é mesmo muito pequena, desde que haja boa luz e os planos à nossa volta tenham texturas bem definidas e não sejam brancos sem qualquer textura. Dá sempre jeito ter uma ferramenta como esta, seja para tirar medidas de uma forma rápida quando não temos uma fita métrica por perto, ou apenas para ter uma ideia das medidas de algo. Portanto é de aproveitar a promoção e agarrar esta app enquanto está gratuita na App Store.


AR Ruler App – Tape Measure na App Store

Tamanho: 13.6 MB

sexta-feira, 21 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

sum.

E que tal um jogo do género match-3 que vem abalar um pouco a fórmula do costume com um pouco de 2048 e algumas pitadas de inovação? O jogo sum. da Eagle Saga, que podemos encontrar completamente grátis na App Store vem reinventar este género clássico de quebra cabeças onde nos podemos perder por horas e dias a fio.


Ok, vamos lá colocar a parte do match-3 de lado. Temos uma grelha 6 por 6 à nossa frente, e está preenchida com números. Podemos deslizar um número com o dedo, trocando de posição com outro que esteja ao seu lado, na vertical ou na horizontal. A ideia é conseguir combinar 3 ou mais números iguais para ir ganhando pontos.

Pronto, e agora? Quando combinamos 3 números "1" obtemos um número 2. Quando combinamos 3 números "5" (ou mais), obtemos um número 6, e por aí fora. Quanto maior for a soma dos números combinados, maior a pontuação que conseguimos, por isso é importante começar a combinar números cada vez maiores, e é a parte do desafio extra deste jogo, que normalmente não está presente em outros jogos do mesmo género (e quase a fazer lembrar o clássico 2048).


Mas não ficamos por aqui, pois temos um número limitado de movimentos. E para conseguir mais movimentos temos de fazer combinações de 4 ou mais números ao mesmo tempo. Portanto se combinarmos 4 números iguais, conseguimos mais um movimento, e se combinarmos 5 ou mais números iguais, conseguimos 2 movimentos extra.

E vamos ter de andar sempre a jogar com isto em mente, pois temos de conseguir mais movimentos, porque ao chegarmos a zero é GAME OVER MAN. À primeira vez que jogamos apanhamos o jeito à coisa, e perdemos bem rapidinho. À segunda vez já começamos a perceber que conseguir mais movimentos é importante e vamos andar a tentar fazer combinações de 4 ou mais números. E à terceira vez já estamos completamente viciados e o desafio que nos entretém o cérebro é conseguir obter números cada vez maiores. Um belo jogo para o fim de semana, e para o ano inteiro, se gostarem de perseguir pontuações cada vez mais altas para competir com os vossos amigos.


sum. na App Store

Tamanho: 135.8 MB

quinta-feira, 20 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

Hanx Writer

Preparados para escrever o vosso próximo livro com a ajuda do Tom Hanks? Seja com um teclado externo Bluetooth, ou a teclar nas teclas virtuais do iPhone, Hanx Writer, uma app gratuita desenvolvida pela Hitcents, vai-nos pôr a teclar nas antigas e bem apelativas máquinas de escrever.


Confesso que prefiro teclar um texto no iPad, especialmente se for com esta Hanx Writer, por causa dos efeitos animados das teclas, do movimento realista do ponteiro e de todas as partes mecânicas da máquina, e como não podia deixar de ser, do barulho das teclas e o famoso PING quando chegamos ao final da folha.

Num iPhone continua a ter bastante piada estes efeitos sonoros e visuais que nos trazem alguma nostalgia, para quem conheceu e trabalhou com estas máquinas de perto. Mas, se tiverem por aí um teclado Bluetooth, a experiência é ainda mais rápida, como não podia deixar de ser, e ouvimos na mesma o barulho das teclas, e é com certeza melhor se estivermos mesmo a planear escrever um livro ou um texto mais longo.

A Hanx Writer traz uma máquina gratuita para usarmos à vontade, uma das preferidas do Tom Hanks, a Hanx Prime Select, mas traz outras máquinas que podem ser adquiridas através de compras in-app. Assim como novas fontes e tamanhos, e até folhas diferentes para usar na máquina.


Cada máquina tem um aspecto diferente, um feeling e sons distintos. As fontes também variam, sendo a Hanx Golden Touch aquela que tem um texto bem clássico, quase a desaparecer, cheio de erros e tinta com borra.

Também é possível adquirir como compra in-app o teclado de forma a que possa ser usado com qualquer app instalada no iPhone. Seja um Email, actualizar uma nota, ou teclar numa app de mensagens, com certeza que não é a mesma coisa que o teclado do iPhone, e assim deixamos de estar limitados à Hanx Writer.

Teclar dentro da app é muito estimulante, com as animações da máquina e todos os barulhos mecânicos que esta faz, mas poder usar o teclado em qualquer app no iPhone, eleva esta app para um patamar bem mais elevado, e recomendo vivamente a qualquer pessoa que tenha aquela nostalgia das antigas máquinas de escrever.


Hanx Writer na App Store

Tamanho: 119.2 MB


quarta-feira, 19 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

Faraway: Tropic Escape

E com este já vamos em 5 jogos da série Faraway Escape, uma simpática aventura onde temos de ir resolvendo uma série de quebra cabeças. Estou a falar de Faraway: Tropic Escape da Snapbreak Games, que nos leva desta vez para uma ilha tropical, e nos apresenta mais uma vez com vários puzzles para resolver, e podemos jogar 9 capítulos de forma completamente grátis.


Estes jogos da série Faraway Escape têm um dificuldade inicial bem baixa, e de uma maneira geral são indicados para os iniciantes deste tipo de jogo do género Room Escape, ou mesmo para crianças. É certo que a dificuldade começa a aumentar lá mais para a frente, mas no geral é um tipo de jogo bem mais simples do que por exemplo os jogos da série The Room..

Seja como for, aqui temos mais uma aventura divertida para ir descobrindo mais um pouco da história da pessoa que passou por estes locais antes de nós, e que foi largando pequenas notas que podemos encontrar atrás de arbustos e no interior de pequenos barris.


A ideia é sempre a mesma, resolver os puzzles que nos aparecem à frente para ir desbloqueando novas zonas, até conseguirmos finalmente chegar ao portal que nos transporta para uma nova parte da ilha, que apenas pode ser activado se tivermos encontrado a peça especial que encaixa na parte superior do mesmo. Vejam a trailer do jogo para ficarem com uma ideia daquilo que vos espera, e aproveitem para jogar os primeiros 9 capítulos, podendo depois desbloquear todos os 18 capítulos através de uma compra in-app.


Faraway: Tropic Escape na App Store

Tamanho: 312.5 MB

terça-feira, 18 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

JFK Moonshot

No dia 16 de Julho faz 50 anos que foi lançado o foguetão SATURN V e consigo o módulo lunar que iria aterrar pela primeira vez na lua com os astronautas Neil Armstrong e Buzz Aldrin. E agora podemos experimentar esta grande aventura em realidade aumentada no nosso iPhone com esta JFK Moonshot da John F. Kennedy Library Foundation, uma excelente app educativa e jogo que podemos encontrar hoje grátis na App Store.


Com esta app podemos colocar à nossa frente a plataforma e o foguetão SATURN V, visualizá-la de todos os ângulos e de bem perto, testar os seus motores para ver se está tudo a funcionar como deve ser, e visualizar alguns vídeos importantes de JFK a anunciar ao mundo e ao congresso norte americano das razões para levar o homem à lua.

Há 5 jogos interactivos incluídos, também eles em realidade aumentada, como por exemplo montar o foguetão, ficando a perceber todas as partes que o compõem, ou então executar as manobras e ultrapassar os vários checkpoints para lançar o foguetão em direcção à atmosfera, e depois podemos fazer a separação do módulo lunar, a aterragem na lua, a qual temos de controlar a descida do módulo lunar tendo sempre atenção ao combustível que é limitado.


Podemos também levar Neil Armstrong a saltitar na lua, colocar a bandeira dos Estados Unidos da América, recolher pedras lunares e depois conduzir o módulo lunar de volta ao módulo de comando Columbia. Mais uma vez é um mini jogo no qual temos de controlar a direcção do módulo lunar e tentar não gastar todo o combustível, senão ficaremos para sempre na lua.

Há uma secção que nos permite acompanhar a viagem dos astronautas da terra até à lua, como se pode ver no vídeo aqui em cima, mas que apenas ficará activa no dia 16 de Julho, altura em que teremos 5 dias para acompanhar em tempo real os acontecimentos de há 50 anos atrás, com a possibilidade de visualizar horas e horas de vídeos disponibilizados pela NASA. Não percam esta belíssima app e esta grande oportunidade de acompanhar esta aventura como se estivessemos em 1969.


JFK Moonshot na App Store

Tamanho: 794.5 MB

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

Monoposto

Um belíssimo jogo de Fórmula 1 indie, Monoposto de Marco Pesce, está hoje em promoção a um preço baixíssimo, mas podem sempre experimentar a versão lite que apesar de não nos dar acesso ao campeoato nos deixa fazer corridas rápidas em variadíssimas pistas.


O que chama logo à atenção neste jogo é a sua aparente qualidade gráfica, e a velocidade. O jogo é incrívelmente rápido, e num jogo de Fórmula 1 a sensação de velocidade é tudo. Assim como os controlos, e neste aspecto também não temos de que nos queixar, com todas as opções possíveis, desde o controlo a inclinar o iPhone até aos botões no ecrã, e a possibilidade de optar entre um jogo para amadores com muitas ajudas activas (Arcade), ou um jogo para profissionais mais em jeito de simulação.


O jogo completo dá-nos acesso a corridas rápidas, campeonatos, corridas multijogador online, autênticos duelos um contra um, e no modo de carreira temos voltas de qualificação, temos acesso às pit stop, 5 visões de câmara diferentes, escolha de pneus e carros, personalização da pintura do carro e fato do condutor, corridas à chuva, e a possibilidade de jogar com um joystick MFi. Vejam aqui em cima um vídeo que nos mostra a velocidade alucinante e qualidade gráfica deste jogo indie criado por uma só pessoa, e aproveitem a promoção para o jogo completo, ou experimentem a versão gratuita lite que nos permite fazer muitas corridas para testar o jogo e ver se é do nosso gosto.


Monoposto na App Store

Tamanho: 505.5 MB


Monoposto Lite na App Store


sexta-feira, 14 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

Swipey Maze

O criador Sam Hardy anda já há algum tempo a experimentar com os seus vários jogos de labirintos entre outros, e parece que a fórmula tem vindo a ficar afinada, como se pode ver pelo seu mais recente Swipey Maze, um jogo onde temos de encontrar a saída de um labirinto que podemos encontrar hoje grátis na App Store.


Então é assim, cada jogo começa com a bola imediatamente em movimento, e cabe-nos a nós mudar a sua direcção para fazê-la chegar à saída. Alguns problemas com que nos deparamos na nossa viagem é o facto de não podermos deixar a bola bater nas paredes, e há que encontrar a chave para abrir a porta da saída do labirinto.

Portanto, para além de termos de resolver o labirinto antecipadamente na nossa cabeça, para vermos qual o caminho que temos de fazer, há que procurar e apanhar as estrelas, encontrar e apanhar a chave que abre a porta da saída, e depois navegar até à saída para passar ao próximo labirinto.


Com o avançar dos níveis, os labirintos começam a ficar cada vez maiores e mais complexos, obrigando-nos a navegar durante mais tempo naqueles corredores apertadinhos, levando-nos a errar com maior facilidade. No entanto, vamos também ganhando mais prática no controlo da bola.

A direcção da bola pode ser controlada com um simples deslizar do dedo no ecrã do iPhone, para cima, baixo, esquerda ou direita. Os controlos respondem muito bem, e há uma pequena vibração háptica sempre que apanhamos uma chave ou estrela, que me parece ser um tipo de feedback obrigatório na maioria dos jogos que se fazem hoje em dia. O jogo é gratuito por isso aproveitem bem o fim de semana para resolver todos os labirintos que conseguirem nos próximos dois dias.


Swipey Maze na App Store

Tamanho: 16.2 MB

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

Sprint RPG

A Nitrome deve ter uma equipa criativa incrível a julgar por todos os seus jogos fantásticos que andam pela App Store e pelos que já passaram por aqui pelo Apps do iPhone. O mais recente a estrear é este Sprint RPG da Nitrome, um Dungeon Crawler bem divertido em modo super acelerado que podem encontrar hoje grátis na App Store.


Neste jogo temos de entrar numa masmorra à procura de tesouros e tentar sair de lá com vida. O jogo imita um jogo dungeon crawler clássico, mas com uns gráficos a fazer lembrar os melhores jogos do Gameboy, e uma jogabilidade com uma mecânica completamente alucinada, transformando-se num jogo de memória e reflexos onde jogamos contra o tempo.

Há um relógio em contagem decrescente, que aparece representado como uma barra no topo do ecrã, e temos de sair da masmorra antes que o tempo acabe, senão temos de repetir o nível do início. Os botões em baixo permitem-nos controlar o nosso herói, com setas para andar em frente, virar para os lados, atacar e defender.

Mas estes botões não estão todos activos de imediato, pois eles apenas ficam disponíveis se qualquer uma dessas acções forem possíveis. Se não houver nenhum monstro à nossa frente o botão de ataque e de defesa não estão disponíveis. O importante é memorizar quais as acções a efectuar para cada monstro que encontramos no nosso caminho.

Por exemplo, para derrotar um morcego apenas temos de tocar uma vez no botão de ataque, e um esqueleto implica tocar duas vezes no botão de ataque. Depois há combinações diferentes para outros monstros e situações, como por exemplo um monstro que temos de atacar duas vezes, e depois defender com o escudo, e depois atacar novamente. Isto vai lá com a memória, pois os movimentos são sempre os mesmos para cada monstro, ou arca do tesouro que nos apareça pela frente.


Nos primeiros níveis não sentimos a pressão do tempo, mas se não começarmos a acelerar, acabamos sempre por morrer antes de conseguir escapar à masmorra. Sempre que nos enganamos num movimento ou ataque é-nos descontado um bocado de tempo, portanto há que evitar falhar ao máximo. Temos portanto um jogo onde uma memória bem exercitada e uns bons reflexos podem fazer toda a diferença. Ainda para mais há um modo de jogo infinito, para quem achar que pode aguentar mais tempo que todos os outros numa masmorra sem fim.

O jogo tem ainda um livro que serve de manual para os encontros que temos com os monstros, indicando a "receita" dos movimentos que temos de fazer, e com as moedas que vamos coleccionando podemos adquirir novas armas, escudos, capacetes, e botas. E isto cai no ridículo de uma forma espectacular e hilariante, com um peixe para atacar, ou saltos altos (que se ouvem bem alto a fazer tic toc no chão de pedra da masmorra), ou mesmo uns óculos que mudam a cor do ambiente à nossa volta. A Nitrome nunca nos deixa ficar mal, e este é mais um jogo altamente viciante e bem divertido que não podemos deixar de experimentar.


Sprint RPG na App Store

Tamanho: 33.5 MB


Sprint RPG - Rating: 5

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

Knight Brawl

Bem conhecida pelos seus jogos de golf bem loucos, a Colin Lane Games AB traz-nos desta vez uma alucinante batalha entre gladiadores com este Knight Brawl, um jogo gratuito que se estreou hoje na App Store e que nos vai levar à loucura em qualquer um dos seus 3 modos de batalha.


Atravessando os cenários mais espectaculares, desde uma arena real onde temos o rei e a sua corte a observar os combates dos gladiadores, até um navio pirata onde não convém mesmo nada cair à água, podem ter a certeza que os combates são mesmo o mais divertido neste jogo.

A imitar aqueles jogos de futebol destrambelhados onde não temos um controlo absoluto sobre o movimento dos jogadores, pois mais parecem marionetas empurrados por uma única corda, também aqui não há muito controlo sobre o nosso lutador, mas não é tão limitado como os jogos de desportos com bola.


Temos controlo sobre o movimento para os lados, e podemos saltar e desferir golpes com a arma que temos na mão. E há aqui alguma estratégia envolvida, pois podemos usar o botão da arma para tentar rodar a arma que temos na mão, e assim conseguir eliminar o capacete que protege a cabeça dos nossos adversários, ou então fazer um duplo toque numa das setas para os lados para desferir um golpe rápido e directo à armadura dos adversários.

A ideia é eliminar o capacete e armadura dos adversários, e evitar que façam o mesmo a nós, para conseguirmos finalmente derrotá-los da arena. Pelo caminho vão aparecendo cofres com moedas de ouro para apanhar, o que será essencial para adquirir melhores armas, escudos, armaduras, etc, etc.


O jogo é completamente alucinante, muito divertido, e mesmo muito viciante, por isso estejam preparados para não conseguir largar o jogo tão facilmente. Há 3 modos de jogo que nos ajudam a não querer pousar o jogo, pois entre um modo de missões, a um modo infinito a ver quantos combates aguentamos, e a simples carreira, há mesmo muita coisa para fazer neste jogo.

Quando chegamos aquele momento em que finalmente percebemos como controlar o nosso guerreiro, começamos a aplicar as estratégias para derrotar rapidamente os adversários e correr rapidamente atrás dos cofres de ouro. O problema são as novas armas e armaduras, que nos obrigam a repensar estratégias, tanto de defesa como de ataque. Boa sorte! :D


Knight Brawl na App Store

Tamanho: 63.5 MB

terça-feira, 11 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

Dungeon Survival

O jogo do iPad Darkest Dungeon teima em não chegar aos iPhones, o que abre espaço para jogos também fantásticos como este Dungeon Survival da Frozenfrog, um Roguelike bem porreiro onde temos de nos aventurar numa cidade carregada de perigos e lutar contra todo o tipo de monstros, e que podemos encontrar hoje gratuito na App Store.


Black Haze é uma cidade que caíu em desgraça, não dando mais para distinguir se é uma cidade do bem ou do mal. O nosso herói, Royde, é enviado pelo rei para tentar acabar com este mal que corrói a cidade, e também descobrir o que está por detrás de tanta miséria e de todos os casos de mortes e desaparecimentos.

Teremos que formar uma equipa de mercenários, que podemos contratar no bar, cada um com as suas próprias habilidades, e depois teremos de nos aventurar nas perigosas ruas da cidade para eliminar os monstros que por lá andam, e ao mesmo tempo encontrar todo o tipo de armas e tesouros que encontrarmos.


Este é um jogo de estratégia que vive dos combates por turnos, onde cada um dos heróis e dos monstros fará o seu ataque, e onde poderemos também usar as várias habilidades de cada um dos personagens, como curar os nossos colegas, envenenar ou sangrar os inimigos, colocar os heróis mais fortes à frente para aguentarem com os golpes dos inimigos, e manter aqueles com capacidades mágicas atrás, tanto para ir curando os nossos heróis como atacar da retaguarda.

O jogo pode ser jogado aos bocados, não levando mais que uns poucos minutos em cada aventura, mas pode também ser jogado por horas e horas, pois há imensas coisas para fazer. Recrutar novos e mais potentes mercenários, perceber quais as sinergias que funcionam melhor em conjunto umas com as outras, melhorar as suas habilidades com ouro, equipá-los com armas mais potentes, etc, etc. Vejam aqui em cima a trailer do jogo e não o percam enquanto está em promoção, grátis na App Store.


Dungeon Survival na App Store

Tamanho: 86.8 MB

sexta-feira, 7 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

The Pads Game

Com um conceito bem interessante temos aqui um jogo inovador para quem gosta de resolver puzzles  de combinar peças de uma forma bem descontraída. Estou a falar do jogo The Pads Game de Ciro Manna, e podem encontrá-lo hoje gratuito na App Store.


Com música e inspiração de um dos maiores clássicos do Jazz (Glenn Miller), e um aspecto retro a fazer lembrar os cartazes e menus das cafetarias dos anos 60, The Pads Game transporta-nos para uma tarde quente de domingo à tarde, onde não há nada para fazer a não ser jogar umas cartas sozinho na mesa da sala com o sol a bater na janela, ou então combinações com peças coloridas neste belíssimo jogo.

A ideia é simples mas engenhosa, temos um ecrã carregado de pequenas figuras coloridas, que podem ser rodadas e transportadas umas para cima das outras, desde que seja possível a sua sobreposição. Ao completarmos por completo a cor de um quadrado, podemos tocar nele para o eliminar do ecrã e obter pontos por isso.


O objectivo é subir de nível e pontuar o máximo que conseguirmos. Para subir de nível temos de obedecer aos objectivos em cima no letreiro "TARGETS", onde podemos ver quantas figuras temos de fazer das vermelhas, azuis, ou amarelas.

A posição ao centro não pode ser usada, e é nela que aparecem as peças novas que podemos mover para cima de qualquer posição na grelha presente no ecrã. Podemos mover qualquer figura sobre qualquer figura, assim como rodá-las, e sempre que retiramos uma do centro, uma nova aparece no seu lugar (como no Tetris podemos ver em cima qual a próxima peça a aparecer, o que nos ajuda a encontrar melhores estratégias).

Há uma figura com a letra "P" que surge de vez em quando e que nos ajuda a eliminar todas as figuras da cor que escolhermos, para libertar o ecrã do lixo a mais, e aquilo que nos permite continuar a jogar por mais tempo. O jogo é bem relaxado, e conta com alguma publicidade sempre que passamos de nível, mas é um belíssimo passatempo, como um Tetris ou um clássico jogo de Match-3, ainda para mais ao som de Glenn Miller.


The Pads Game na App Store

Tamanho: 51.8 MB

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

Pixel People

Já lá vão uns anos desde a primeira vez que experimentei a primeira versão de Pixel People, um jogo completamente viciante onde temos de construir e manter uma pequena cidade no espaço. Parece que ele está de volta, desta vez pelas mãos da Lamb Damu, e continua tão viciante como antigamente, um daqueles jogos gratuitos que não consigo largar e ao qual volto várias vezes ao dia para ver que novas combinações genéticas consegui descobrir.


Em Pixel People, estamos perante uma espécie de Sim City, onde temos como ideia principal a construção de uma cidade algures no espaço, de seu nome Utopia, a qual começamos do zero, trazendo novos habitantes através de um processo de clonagem, e construíndo casas e todo o tipo de edifícios públicos e serviços para os seus residentes.

Como as viagens pelo espaço não são lá muito saudáveis para os humanos, os nossos habitantes vão aparecendo na cidade como simples clones, e para os transformar em alguém devemos misturar os genes que temos armazenados num banco de material genético, para conseguir assim um novo residente com uma carreira específica, para que possa depois ocupar o edíficio do serviço correspondente.

E é esta a premissa deste jogo altamente viciante, misturar os genes de dois habitantes (no início temos o Mayor e o Mechanic, que nos dá um Engenheiro, e a partir daí é misturar à vontade para obter até 150 carreiras diferentes), construir casas para conseguir albergar novos habitantes, construir edifícios de serviços públicos para lhes atribuir os trabalhadores respectivos, e ainda decorar a cidade com árvores, parques, estradas, etc, etc.

Grande parte do gozo deste jogo está nesta mistura dos genes das diferentes pessoas, e esperar ansiosamente para ver qual será o resultado, qual a carreira resultante, a qual podemos por vezes adivinhar pela lógica. Na maioria das vezes o resultado é bem hilariante, mas o que importa é que com cada nova carreira vem quase sempre associado um novo tipo de edíficio para construir (saíu um Juíz, temos um tribunal para construir, um atleta traz consigo um estádio, e por aí fora).


O jogo tem muita coisa escondida (um easter egg aqui e ali), portanto há que explorar bastante todos os edifícios e menus. O dinheiro virtual acaba por ser muito importante para evoluir neste jogo, pois será necessário para adquirir mais terreno e comprar mais casas, por isso andaremos constantemente a tocar nas várias estruturas para recolher o seu rendimento e voltar a pô-las a render (não se esqueçam, para voltar a activar um edifício e colocá-lo a produzir é preciso tocar na parte inferior do símbolo de energia).

Do que eu gostei bastante também, foi do humor presente em todos os aspectos do jogo. Por exemplo, os nomes dos nossos habitantes são baseados em gente famosa (um mecânico chamado Eve Jobs, ou uma artista chamada Wendy Warhol), e os textos associados a cada uma das personagens têm muitas vezes referências a livros, filmes ou séries, o que tem muita piada.

Considerem-se avisados, este jogo é muito viciante, e como jogo freemium é dos melhores que já me passaram pelas mãos. Trata-se de um jogo universal gratuito, compatível com iPhone e iPad, por isso experimentem-no à vontade, que não se vão arrepender (o jogo sincroniza através do iCloud, por isso podem alternar à vontade entre iPhone e iPad que a cidade mantém-se idêntica dos dois lados).


Pixel People na App Store

Tamanho: 60.9 MB

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

The Beggar's Ride

A Apple vai lançar mais para o fim do ano o seu novo serviço de subscrição de jogos Apple Arcade, que promete dar-nos acesso a jogos de excelente qualidade criados por grandes nomes Indie da indústria de jogos. No entanto, os criadores de jogos andam atentos, e já começaram a criar as suas próprias plataformas de subscrições, como é o caso da Playond e este The Beggar's Ride da Bending Spoons Apps IVS, um jogo de plataformas incrível que podemos experimentar já e jogá-lo durante uma semana completamente grátis.


Em The Beggar's Ride encarnamos um velhote pedinte, que irá levar-nos através de uma enorme aventura, onde iremos descobrir o poder dos deuses, que nos ajudará a ultrapassar os vários desafios que nos vão aparecer pela frente, e perceber qual a verdadeira identidade deste senhor.

Com uns controlos bem afinados, onde temos um joystick virtual flutuante do lado esquerdo do ecrã para controlar o movimento do nosso herói, e com um único toque do lado esquerdo do ecrã para poder saltar e trepar plataformas, o jogo funciona às mil maravilhas, e as diferentes mecânicas que temos de encontrar para resolver os puzzles são mesmo fantásticas.


O velhote vai encontrando umas estranhas máscaras, que ao serem colocadas lhe dão o poder dos deuses. Poderes que nos permitem manipular as nuvens e a chuva, que tanto pode servir para enchar um buraco com água, ou regar plantas que assim dão fruta ou nos dão muito úteis plataformas com as suas folhas gigantes, e até o poder de controlar a terra, dando origem a tremores de terra e inclinar o solo para mover objectos pesados.

O primeiro nível é bastante extenso e podemos jogá-lo na sua totalidade até ao momento em que aparece o pedido para subscrevermos o serviço da Playond, que nos dá acesso a vários jogos, bastando pagar 2,49€ por semana, ou 10€ por mês.  E é uma grande colecção de jogos como este, ou Must Deliver, Anamorph, BIT QUAKE, Cubor, Particular, ANYCRATE, Soap Dodgem, Odium To The Core, Last Fish, entre outros, e com a promessa de actualizações e novos jogos regularmente.

Recomendo vivamente que joguem o lindíssimo The Beggar's Ride e outros títulos de grande qualidade que fazem parte deste serviço, e é de aproveitar que ao subscreverem o serviço por uma semana, podem jogar todos estes jogos completamente grátis, e no final dessa semana podem cancelar o serviço antes de ser cobrado qualquer dinheiro, se acharem que não é do vosso interesse.


The Beggar's Ride na App Store

Tamanho: 585.5 MB

terça-feira, 4 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

flowing

Hojevenho falar de um jogo relaxante com quase 100 puzzles para resolver. Ao som do piano, flowing da way4app, consegue manter-nos num estado bem zen à medida que vamos fazendo desaparecer os losangos amarelos do ecrã, e podemos encontrá-lo hoje grátis na App Store.


Nos primeiros desafios, e ainda em jeito de tutorial, apenas temos dois losangos amarelos no ecrã, e uma ou outra parede com as quais teremos de chocar os nossos losangos para fazer com que estes se eliminem mutuamente.

Para mover qualquer um dos losangos, basta deslizar com o dedo sobre eles, que estes serão lançados a direito, na vertical ou na horizontal, até embaterem em algum objecto (neste caso inicial, nas paredes). Teremos de usar as paredes de maneira a conseguir colocar os losangos na trajectória um do outro.

À medida que vamos avançando começamos a ter mais losangos para eliminar, que têm sempre de ser eliminados dois a dois, e começamos a ter outros objectos para manipular, movendo-os de lugar, de maneira a conseguir usá-los como ajudas para colocar os losangos na mira uns dos outros.


Cada capítulo introduz uma nova mecânica, sejam setas direccionais, sejam blocos que aprisionam qualquer objecto que entre no seu interior (inclusive os losangos), o que faz com que os desafios aumentem consideravelmente de dificuldade.

O nosso cérebro agradece a ginástica mental, e principalmente os nossos ouvidos, que ao som do piano lá vão embalando com esta banda sonora bem bonita que nos acompanha ao longo de 96 puzzles criados à mão com grande engenho. Este é um jogo com um aspecto minimalista que agradará com toda a certeza a qualquer fã de puzzles e quebra cabeças. É aproveitar que está disponível grátis na App Store.


flowing na App Store

Tamanho: 26.2 MB

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

cirquest

Há um jogo incrível com bolhas que toda a gente devia experimentar no seu iPhone, e depois há este cirquest de Mikkel Christiansen, que também conta com bolhas e é divertido à sua própria maneira com a sua mecânica peculiar, e que podem encontrar hoje grátis na App Store.


Em cirquest, um jogo que controlamos inclinando o iPhone como nos clássicos jogos de labirinto onde temos de controlar o movimento de uma esfera de metal, temos de levar um pequeno círculo colorido a coleccionar uns "diamantes" brilhantes sob a forma de várias figuras geométricas.

Como jogo estilo labirinto onde temos de evitar bater contra as bolhas que são de cor diferente da nossa, é um daqueles que nos vai obrigar a ter uma mão bem estável, uma grande concentração, e uns nervos de aço. E depois há a porcaria dos bichos de cor escura, que se atravessam no nosso caminho, e vêm até atrás de nós, como é o caso dumas minhocas gigantes que não nos largam.

Como se o jogo já não fosse stressante que chegue, com o evitar bater nas bolhas e ainda ter de fugir das criaturas negras, há mais um twist cerebral, que é a possibilidade de mudar a cor da nossa esfera, o que nos permite atravessar através de bolhas que tenham a mesma cor que nós.


Dos dois lados do ecrã temos acesso a uns botões coloridos que fazem a nossa esfera mudar para essa cor, mudando por completo o fundo do ecrã, para perceber mais facilmente quais as bolhas que podemos atravessar a cada momento. Isto pode ser essencial para escapar a um bicho e chegar mais rapidamente a uma pedra preciosa, mas tentem jogar sem mudar de cor, procurando sempre novos caminhos, e depois falamos.

O jogo é grátis, tem níveis gerados sempre de forma aleatória, não havendo a possibilidade de fazer dois jogos iguais, e conta ainda com um modo multijogador no mesmo iPhone até 4 jogadores, onde cada um controlará um botão colorido no seu canto do ecrã, podendo ajudar ou estragar por completo o jogo de quem estiver a controlar o movimento e inclinação do iPhone. É uma coisa muito marada, que só mesmo experimentando. Boa sorte!


cirquest na App Store

Tamanho: 128.5 MB

sexta-feira, 31 de maio de 2019

Textual description of firstImageUrl

Pursuit of Light

Um jogo indie com um visual fantástico e uma jogabilidade daquelas que nos dão cabo da paciência porque nos obrigam a estar super concentrados no que estamos a fazer, Pursuit of Light da Lemon Jam Technology, está hoje grátis na App Store e é obrigatório para quem tem bons reflexos e gosta de jogos de timing.


A nossa heroína está a dormir e encontra-se presa no interior de um sonho. Teremos que ajudá-la a escapar ao sonho interminável guiando-a através da luz da lua e das estrelas. E isto é para ser seguido de forma literal, pois as plataformas para onde temos de saltar a caminho da saída estão marcadas ora com uma estrela ou com uma lua.

Temos de usar os dois botões que se encontram de cada lado do ecrã, um com uma lua e um com uma estrela, para fazer com que a menina salte para a próxima plataforma marcada com um destes símbolos, e só saltando com sucesso se carregarmos no botão certo.


Mas as chatices e problemas depressa aparecem para complicar a nossa vida, pois as plataformas começam a cair se demorarmos tempo demais parados no mesmo lugar, e as próprias plataformas têm armadilhas como picos que surgem do solo, ou mesmo armadilhas que caiem do céu, o que nos obriga a despachar.

O jogo vai brincando com estas mecânicas que nos obrigam ora a acelerar o passo, ora a abrandar e ter paciência para esperar por uma seta que vem a caminho, e sobre a qual temos de saltar no timing certo. Este é um óptimo exercício para o cérebro, pois para além de termos de acertar na lua e na estrela a cada momento, há que ter atenção ao ambiente à nossa volta para não acabarmos numa armadilha. Com mais de 80 níveis disponíveis no jogo, e sem qualquer publicidade à vista, temos aqui um divertido jogo para passar o tempo e treinar o cérebro no dia a dia.


Pursuit of Light na App Store

Tamanho: 33.3 MB

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Textual description of firstImageUrl

Flick Chess!!

Não é um jogo de xadrez, mas usa peças de xadrez, e tem uma mecânica bem conhecida de toda a gente que já jogou ao jogo da carica ou ao mais recente Futebol Rumble Stars, onde temos de atirar peças umas contras as outras para as eliminar do tabuleiro. Trata-se de Flick Chess!! da Voodoo, é um óptimo passatempo e podem encontrá-lo hoje grátis na App Store.


Como no xadrez, o objectivo é destronar o rei adversário, e como tal é preciso atirá-lo para fora do tabuleiro, ao mesmo tempo tentando ao máximo proteger o nosso próprio rei e evitar que este saia fora do tabuleiro. Para o fazer apenas temos de escolher uma das nossas peças de xadrez, e atirá-la com um gesto de fisga ao estilo Angry Birds, em direcção às peças adversárias que queremos fazer cair abaixo do tabuleiro.

Os tabuleiros têm muito que se lhe diga, pois há obstáculos e pedras em redor do tabuleiro que evitam que as peças saiam fora à primeira. Portanto, estratégia e arte da guerra são precisas neste jogo, pois há que pensar se devemos atacar imediatamente o rei e expôr as nossas peças, ou começar por atacar as peças mais pequenas e assim abrir caminho para um rei indefeso.


À medida que vamos subindo de nível o adversário vai ficando mais difícil, e as próprias pedras do tabuleiro começam a mudar o seu comportamento, aparecendo inclusive pedras que se movem, o que nos obriga a um timing perfeito na hora de disparar.

Este jogo parece ser online contra outros jogadores espalhados pelo mundo, mas não é. Da mesma maneira que o divertidíssimo Paper.io, estamos a jogar contra o computador, o que pode ser um pouco menos divertido para alguns, mas sinceramente para mim continua a ser um belo desafio.

Tentem ao máximo mandar peças do adversário para fora do tabuleiro antes do rei, pois permite que as nossas peças subam de nível, e fiquem mais potentes. Por vezes um ataque certeiro na direcção do rei é o suficiente para ganhar o jogo logo à primeira, por isso vejam lá qual a melhor estratégia. O jogo é grátis mas conta com publicidade aqui e ali, como seria de imaginar.


Flick Chess!! na App Store

Tamanho: 238.1 MB

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Textual description of firstImageUrl

Jumpgrid

Há jogos que são feitos à medida para serem jogados num ecrã táctil como o de um iPhone, como é o caso absoluto do delirante Jumpgrid de Ian MacLarty, criador do jogo Sci-Fi Boson X, de que já falamos aqui antes, e ainda outros sucessos que se lhe seguiram.


Este é um jogo muito simples em termos de mecânica, mas é absolutamente destruidor para quem não for rápido o suficiente e não tiver bons reflexos. Temos aqui o teste mais espectacular aos nossos reflexos e tempo de reacção, e até concentração, pois temos de dançar com os dedos sobre o ecrã, contando ao máximo com a nossa memória que vai ficando cada vez mais apurada à medida que jogamos nível atrás de nível.

Em Jumpgrid temos de coleccionar todos os cubos que se encontram numa grelha, e para o fazer apenas temos de deslizar o dedo no ecrã para mover o nosso peão (ou o que lhe quiserem chamar), que irá saltar de uma posição da grelha para outra posição, apanhando todos os cubos, para depois saltar finalmente para um portal que nos levará para o próximo desafio.

Até aqui perfeito, só temos de passar por todas as posições da grelha para coleccionar todos os cubos e abrir o portal para caminharmos em direcção ao próximo nível. O problema é que o ecrã está cheio de objectos em movimento, e se lhes tocarmos com o nosso peão é GAME OVER MAN! O que nos obriga a reiniciar, uma e outra vez.


Mas reiniciar faz parte, porque cada dança dos objectos é sempre igual, e como tal podemos contar com a nossa memória para perceber quais os passos de dança a dar até chegar a todos os cubos sem chocar contra nenhum objecto maldito.

Ao nível visual estamos perante um jogo completamente psicadélico, mas muito claro na medida em que nos deixa ver perfeitamente para onde temos de saltar a seguir, por mais loucas sejam as cores e flashes apresentados no ecrã. O jogo ganha ainda mais com a potente banda sonora electrónica, que nos põe o corpo a abanar e nos deixa carregados de adrenalina e com vontade eterna de repetir um desafio até o ultrapassar.

O jogo conta ainda com um modo infinito, e este sim, onde tudo é gerado de forma aleatória, para quem aprecia estas coisas infinitas de ver quanto tempo se aguentam no jogo sem perder. Apesar da dificuldade do jogo estar bem afinada para a maioria dos jogadores, é possível aceder às definições e desacelerar o tempo, ficando tudo bem mais lento, permitindo-nos ultrapassar aquele nível aparentemente impossível, ou mesmo ajudando jogadores que não tenham um tempo de reacção tão rápido como outras pessoas absolutamente alucinadas. Fiquem de olho em Ian MacLarty, que os jogos deste senhor são qualquer coisa de incrível.


Jumpgrid na App Store

Tamanho: 37.9 MB


Jumpgrid - Rating: 4,5

terça-feira, 28 de maio de 2019

Textual description of firstImageUrl

FIST OF AWESOME

Dentro do género Beat' Em Up têm aparecido jogos bem divertidos para iPhone, e este FIST OF AWESOME da I FIGHT BEARS LTD, tem sido um jogo de grande sucesso na plataforma, tanto pelos seus gráficos pixelizados, como pela sua jogabilidade e humor constante, e que podem encontrar hoje em promoção, grátis na App Store.


Longe vão os tempos em que tínhamos de ir para uma casa de máquinas jogar clássicos como Final Fight, Double Dragon ou Streets of Rage, pois logo a seguir começaram a aparecer nas consolas e computadores para jogar em casa. Agora que andamos todos com uma pequena máquina de jogos nos bolsos, ainda não apareceram muitos jogos que façam jus à qualidade destes grandes clássicos.

FIST OF AWESOME anda lá perto, e seja pelas suas piadas e pelo facto de termos de salvar o mundo de uma timeline alterada em que os ursos querem mandar no planeta, temos aqui um jogo bem divertido. Como lenhador que viu de repente a sua realidade completamente virada de pernas par ao ar, teremos de contar com a ajuda do punho fantástico, que irá comandar as nossas acções e dar socos valentes em todos os ursos e outros animais que apareçam na nossa frente.


Neste jogo vamos ser atacados por humor duvidoso em cada esquina, ursos com afros, coiotes, veados, etc, etc. Este é um clássico Beat' Em Up, e os controlos estão muito bem conseguidos para ser jogado num ecrã táctil. Do lado esquerdo temos uma espécie de joystick flutuante que nos permite mover o nosso herói, e do lado direito podemos tocar e deslizar com o dedo em várias direcções para executar os golpes clássicos, soco, chutar, saltar, pisar, e dar um potente soco bastando manter o dedo a carregar no ecrã.

Para além do modo de história há um modo infinito de arenas, onde escolhemos o personagem queremos levar para os combates, e estarão sempre a aparecer diferentes inimigos para derrotar. Podem ver aqui em cima o vídeo oficial de lançamento do jogo que mostra um pouco daquilo que vos espera.



Tamanho: 55.7 MB