quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Tetris®

Está explicada a notícia de ontem da Electronic Arts a dizer que ia retirar e descontinuar os seus jogos de Tetris que tinha na App Store. Os jogos eram excelentes, tenho de admitir, e ainda tenho um deles instalado no meu iPhone que iria funcionar até meados de Abril, mas com o lançamento oficial do Tetris® da N3TWORK Inc., percebemos o porquê da notícia, e vamos a correr apagar todos os Tetris que temos no iPhone, pois este jogo é simplesmente incrível.


É certo que existem mil e uma variações e jogos inspirados no clássico Tetris, mas agora com a chegada da N3TWORK Inc., que detém os direitos do jogo oficial, podemos agora contar com o verdadeiro Tetris, com a sua musiquinha antiga para voltar a deixar-nos viciados e a cantarolar o tema, e com uma data de temas que nos transportam para outras épocas e consolas por onde passou o jogo.

Dando um salto aos temas, carregando no pequeno ícone com um pincel em cima, podemos ver logo que há desde os estilos mais modernos aos mais clássicos, inclusive aquele que tem o ar de Gameboy clássico, onde até a música muda em conformidade com o tema escolhido, assim como os efeitos sonoros das peças a rodar e a cair.

Estes temas são fantásticos, e cada vez que trocamos para outro, parece que estamos a jogar um jogo completamente diferente. Recomendo vivamente que os experimentem todos, e não deixem de os rodar, que são mesmo muito loucos.

Em termos de jogabilidade não podíamos ter ficado mais bem servidos, pois os controlos para se jogar com apenas o dedo polegar (por exemplo) são incríveis. Se deslizarmos rapidamente para baixo lançamos a peça para o fundo do ecrã com toda a força, deslizar para os lados faz aquilo que é esperado, e deslizar com o dedo para cima faz com que a peça seja recolhida para a caixa do lado esquerdo para que possa ser usada mais tarde (ideal para guardar as peças compridas de 4).


Atenção que também é possível deslizar o dedo devagarinho para baixo no ecrã, o que faz com que a peça desça mais devegar, sendo assim possível deslizá-la para os lados quando esta toca no fundo. Se formos bem rápidos a tocar no ecrã para rodar a peça ou a movê-la para os lados quando esta toca nas outras peças, ainda podemos alterar a sua posição durante 1 segundo ou 2.

O jogo é gratuito e conta apenas com uma pequena publicidade que aparece no início de cada partida, uma coisa que dura nem 5 segundos, e depois podemos passar 10, 20, 30 minutos a jogar sem qualquer chatice nem publicidade a surgir à nossa frente. Simplesmente incrível.

Como se pode ver no vídeo em cima, há mais jogos planeados pela N3TWORK, como é o caso deste Tetris Royale que ainda não foi lançado, mas se pode ver que é um Tetris que vai colocar dezenas de jogadores a jogar uns contra os outros online. Apesar de não ser o vídeo deste Tetris, é possível verificar os vários temas do jogo, inclusive saltar para o minuto 21:00 onde se pode ver o tema que simula o Tetris no antigo Gameboy Classic. Com toda a certeza um jogo a não perder.


Tetris® na App Store

Tamanho: 340.8 MB

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Marbloid

As saudades do jogo Kororinpa são imensas, e não me lembro de alguma vez ter encontrado algum jogo para iOS que fosse tão divertido como este antigo jogo da Wii. Ainda não é desta, mas este Marbloid da Supyrb, é um jogo absolutamente louco e divertido que me leva lá bem perto, àquele sentimento de satisfação plena, e que podemos encontar hoje grátis na App Store.


Com uma banda sonora impressionante, e uns cenários tresloucados com estátuas de bronze da antiga Grécia, companhias de software dos anos 90, hologramas e golfinhos, estes ambientes parecem saídos de uma grande trip de ácidos e cogumelos mágicos.

O nosso objectivo é avançar com um pequeno berlinde através de caminhos sinuosos e extremamente perigosos, pois a qualquer momento podemos cair num precipício sem fim, e ir completando as missões que nos são entregues no início de cada corrida.

Apanhar um determinado número de emojis, dar não sei quantos saltos sobre o precipício (de uma plataforma para outra), virar não sei quantas vezes à esquerda, sair no buraco nº 4, apanhar poderes especiais, encontrar um portal de teletransporte, etc, etc.


É interessante que as várias mecânicas do jogo vão sendo desbloqueadas à medida que vamos subindo de nível. O que ajuda na curva de aprendizagem, que não é muito difícil, mas que desta forma fica tudo bem mais simples, começando com missões simpáticas, e depois começando a pedir cada vez mais do jogador.

Este não é um daqueles jogos em que controlamos livremente o berlinde, pois é mais um jogo do estilo Runner, onde temos o berlinde em constante movimento e temos de controlar a sua direcção inclinando o iPhone para os lados, e tocar no ecrã para saltar. É possível mudar os controlos nas definições, passando a usar botões, o que pode dar jeito se estivermos em movimento num carro ou transporte público.

Há poderes para desbloquear, como um íman que puxa para nós os emojis que estiverem próximos, e também podemos ganhar novos berlindes assim que chegarmos a níveis mais altos. A banda sonora é essencial e traz grande personalidade para o jogo, por isso headphones são obrigatórios para apreciar este jogo como deve ser. Extremamente divertido e viciante, aproveitem para o agarrar hoje enquanto está grátis na App Store.


Marbloid na App Store

Tamanho: 282.1 MB

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Graph Paper Dungeon

Desde que foi lançada a App Store e com os primeiros iPhones 3G, jogos com uma esfera de metal e um labirinto para atravessar faziam o maior dos sucessos. Pegar nessa esfera, colocá-la sobre uma masmorra desenhada num papel quadriculado e transformar isto tudo num jogo RPG é aquilo que podemos ver neste Graph Paper Dungeon de Jesse Spiro, que podemos encontrar grátis na App Store.


De uma simplicidade incrível (já devem ter reparado que o jogo é desenhado à mão sobre papel quadriculado), não conseguia imaginar que algo assim tão simples poderia ser tão divertido como é o caso deste Graph Paper Dungeon.

Neste jogo controlamos uma pequena esfera de metal, inclinando o iPhone na horizontal para mover o nosso herói através de uma masmorra carregada de perigos e também muitos tesouros. O clássico RPG portanto, onde tudo o que interessa é a ganância e ser um herói ou um parvo, tudo depende das capacidades e coragem de cada um.

Para quem aprecia este tipo de jogos com labirintos e esferas de metal, só o facto de controlar a esfera usando o acelerómetro do iPhone poderia ser já o suficiente para ter uma rica experiência com o jogo, mas trazendo-o para o mundo dos RPGs é qualquer coisa de espectacular.


Primeiro porque há monstros que nos querem mal nesta grande masmorra, armadilhas e todo o tipo de perigos, mas mais importante que isto tudo é o facto de haver pequenos puzzles para resolver. Há que encontrar chaves levá-las até às respectivas fechaduras (e isto envolve a física e alguma destreza e mão fime da nossa parte), anéis mágicos e esferas coloridas que revelam caminhos e armadilhas que estavam préviamente escondidos.

E até passagens debaixo de água temos, onde percebemos que o nosso herói, a nossa pequena esfera, também precisa de oxigénio para sobreviver. Tudo muito minimalista, tanto no aspecto gráfico como nas animações, é muito divertido ver a nossa esfera ferida a esvaír-se em "sangue" com a tinta a borratar o papel, ou a morrer asfixiada com as últimas bolhas de ar a saírem do seu interior.


A mecânica de jogo é muito interessante, com a nossa esfera a manipular fechaduras com chaves, ou então a segurar nos fechos bastando colocá-la nos respectivos locais redondinhos feitos à medida para o tamanho da esfera. Não há portanto mais botões, apenas temos de inclinar o iPhone e levar a esfera para os locais onde pode activar mecanismos, inclusive para fazer compras numa loja que nos vende poções mágicas.

O criador do jogo tem vindo a trazer mais níveis para esta masmorra, o que é bem vindo, e continua a prometer que mais virão, mas que pode ser algo demorado, pois é apenas ele sozinho a programar isto tudo, no pouco tempo livre que vai arranjando. Como conceito, brilhante, com uma jogabilidade bem interessante que nos deixa agarrados e a querer terminar o jogo de uma assentada, Graph Paper Dungeon é um jogo que recomendo vivamente a toda a gente.


Graph Paper Dungeon na App Store

Tamanho: 209.1 MB