sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Blockscapes Sudoku

O nome parece enganar um pouco, mas na verdade temos mesmo um jogo do género Match-3 com um pouco de Sudoku à mistura, o que dá origem a um belíssimo quebra-cabeças. Estou a falar de Blockscapes Sudoku da PeopleFun, e podem encontrá-lo grátis na App Store.

      

Numa grelha clássica de Sudoku 9 por 9, temos de colocar peças de madeira nos quadradinhos de maneira a fazer uma linha ou coluna completa para que possam ser eliminados da grelha, e podermos continuar a pontuar até ao infinito. O problema é que se enche rápido o ecrã, e as peças que aparecem em baixo para colocarmos na grelha são aleatórias.

Acaba por chegar aquele momento em que ficamos sem hipótese nenhuma de colocar uma peça na grelha, e perdemos o jogo. Para tentar evitar isto temos uma mecânica muito interessante que se inspira livremente nas regras do Sudoku. Podemos eliminar também blocos de madeira que completem um quadrado 3 por 3, como no Sudoku.

O objectivo é pontuar o máximo que conseguirmos, ser relaxante, e ao mesmo tempo puxar pela cabeça, que é mesmo preciso se queremos chegar mais longe que os outros. Há que ter uma boa estratégia para nos mantermos no jogo, portanto planear com antecedência como no Tetris se queremos rebentar com 4 linhas de uma vez.


Blockscapes Sudoku na App Store

Tamanho: 424.4 MB


quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

iota.

Pensavam vocês que tinham a vida facilitada, isto porque ainda não vos tinha mostrado este iota. de Ronald Destefano, um daqueles jogos que dá conta dos nossos reflexos e tempo de reacção, e podem encontrá-lo hoje grátis na App Store.


Para pessoas que apreciam um bom desafio, iota. é o jogo que vai dar cabo dos vossos nervos. Temos uma criatura que parece uma espécie de polvo que não pára de se mover, e nós podemos controlar a sua direcção para a esquerda ou direita (senão ela anda sempre para cima e para baixo), e nos botões do lado direito podemos controlar a sua velocidade, alternando entre mais lento ou mais rápido.

Esta mecânica de controlo desta lula gigante é problemática, mas a curva de aprendizagem não é muito longa, por isso num instante nos habituamos a controlar o movimento da bicha. O problema é que os obstáculos começam a surgir aos montes e cada vez mais difíceis de ultrapassar.


Mas o jogo deixa-nos agarrados ao ecrã e nunca se torna verdadeiramente frustrante, porque primeiro, temos sempre checkpoints a cada bocadinho do caminho que avançamos, o que ajuda bastante a não termos de repetir grandes secções dos níveis onde podemos morrer a toda a hora. E depois, como é um daqueles jogos que aprendemos morrendo, da segunda e terceira vez já vamos fazer muito melhor o caminho anterior.

Seja como for, não é um jogo para cardíacos nem pessoas com altos níveis de stress que à primeira morte vão atirar com o iPhone contra a parede. Com 36 níveis completamente desenhados à mão com minúcia, temos aqui jogo para mais de 5 horas, segundo o criador do jogo. Portanto, boa sorte, e se concluirem os 36 níveis, podem atirar-se para uma carreira na NASA ou algo assim.


iota. na App Store


Tamanho: 618.2 MB

  

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Golf Skies

Um jogo de golf digno do Pequeno Príncipe de Exupéry, onde temos de andar com a bola a saltitar entre pequenos planetas, Golf Skies de Carl Oberg, é um belíssimo jogo que podemos encontrar grátis na App Store.

      

Não estou a brincar quando digo que seria um jogo perfeito para o Pequeno Príncipe, pois consigo imaginá-lo a dar uma tacada numa bola de um pequeno planeta para o outro, até chegar finalmente ao buraco. E é mesmo assim a mecânica do jogo, pois temos de contar que cada pequeno planeta para onde podemos atirar a bola, ou simplesmente passar ao lado, tem o seu próprio campo gravitacional, o que atrai a bola para si. Isto tanto pode ser bom, como mau, pois há planetas que são autênticos desertos de areia ou completamente inundados de água.

E não nos ficamos por aqui, pois há dezenas de obstáculos, para além da areia e água que já mencionei aqui em cima, temos árvores, as quais temos de evitar como é óbvio, temos aviões a atravessar os céus, balões em modo de passeio, peixes a saltitar na água do mar, etc, etc. Só mesmo os pássaros é que não fazem mossa, fugindo da nossa bola mal ela se aproxima deles.


A mecânica para lançar a bola é a mesma de milhares de jogos do género na App Store, tocar com o dedo no ecrã, puxar para trás para dar a força e direcção à bola, et voilá. Depois temos uma outra coisa interessante que podemos fazer, que é controlar a direcção da bola tocando nos lados do ecrã. Isto pode permitir que cheguemos ao buraco com uma só tacada, mas não é fácil.

A bola tem uma determinada força, e se essa força se acabar antes de chegarmos ao green ou a qualquer outro terreno presente num dos pequenos planetas, faz com que percamos essa bola, por isso muito cuidado com os voos prolongados.

Com as moedas que coleccionamos podemos depois adquirir bolas mais potentes, que se aguentam mais tempo no ar e também mais manobráveis. O dinheiro também serve para desbloquear novos planetas (até 6 percursos diferentes). Com a ajuda de alguns poderes, como o íman para apanhar mais dinheiro, ou a energia que nos permite voar por mais tempo, temos aqui um jogo muito interessante, que conta com alguma publicidade aqui e ali, mas nada que seja muito chato.


Golf Skies na App Store

Tamanho: 24.9 MB





terça-feira, 22 de setembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Widgetsmith

Conhecidos por desenvolverem apps para acompanhar a chegada de novas funcionalidades do iOS, a  Cross Forward Consulting traz-nos desta vez uma das primeiras apps pensada exclusivamente para criar widgets que podemos colocar no nosso home screen. Estou a falar de Widgetsmith, e podem encontrá-la grátis na App Store.

      

Uma das novas funcionalidades que temos agora no recém chegado iOS 14 é a possibilidade de podermos ter widgets no ecrã principal. Estes widgets são disponibilizados pelas apps do sistema oficiais da Apple, e também podem ser dispobilizados por qualquer app que já tenhamos instalada no nosso iPhone, o que pode dar muito jeito, caso seja uma app que usemos bastante.

No caso desta Widgetsmith, é uma espécie de caixa de ferramentas onde podemos criar vários tipos de widget que poderemos considerar útil. Widgets altamente personalizáveis, em termos de formato, cor e tamanho do texto, cor do fundo, etc, etc.


E temos aqui um leque variado de widgets que podemos adicionar ao nosso ecrã principal, desde o dia e hora, acesso ao nosso calendário (podemos ter por exemplo um widget com os aniversários sempre presente em cima no ecrã principal), a nossa actividade, widget para fotografias, widget de astronomia, widget com vários relógios, o estado do tempo, onde podemos mostrar apenas a temperatura, ou a chuva, o estado das ondas no mar, ou misto destas coisas, etc.

O interessante é que podemos personalizar qualquer um destes widgets da maneira que quisermos em termos de aspecto e formato, mas mais ainda a possibilidade de termos um widget que vai mudando conforme a hora do dia. Imaginem que acordam de manhã e o widget que têm no ecrã mostra-nos o estado do tempo, quando chega a hora do trabalho muda para um widget que nos mostra o calendário, e à noite muda para o widget da astronomia. 

O céu é o limite. Bem, o céu e uma subscripção, que se quiserem aceder ao widget do estado do tempo, infelizmente é algo que é pago. Tirando isso, uma app que recomendo vivamente, a qual preferia que tivesse uma compra in-app em vez de uma subscrição para activar o widget da meteorologia.