quinta-feira, 7 de setembro de 2017

The Human Age

Depois do espectacular Threes! e do extremamente famoso 2048, a App Store foi inundada com clones destes jogos e adaptações com bastante qualidade e originalidade. É esse o caso do jogo The Human Age da Noodlecake Studios Inc, um quebra cabeças dentro do mesmo género daqueles que mencionei mas com algumas diferenças que o tornam num belíssimo jogo a ter no iPhone.



A Noodlecake Studios começou com jogos bem simples, e continua a seguir a mesma fórmula, com a diferença de que ultimamente tem feito jogos de grande qualidade, muitas vezes inspirados em jogos de sucesso já existentes, mas tornando-os ainda melhores (e diferentes o suficiente para não serem simples cópias).

Este The Human Age pode lembrar à partida a mecânica de Threes! (jogo que eu adoro), mas com algumas diferenças subtis ao nível da jogabilidade e tipo de movimentos que podemos executar. O objectivo é ir avançando o máximo que pudermos com a civilização, saltando desde os homens das cavernas até aos estudiosos das épocas mais actuais.

Combinando 3 ou mais homens da caverna, faz com que estes evoluam para outra civilização (representada por Cleópatra), e de seguida, se combinarmos 3 ou mais Cleópatras, avançamos novamente de civilização para a altura dos romanos, e depois os vikings, etc, etc, por aí fora.

Para combinar os personagens no pequeno tabuleiro basta-nos deslizar com o dedo sobre qualquer um deles, para que estes avançem o tabuleiro todo até ao final na direcção em que foram empurrados. Ao contrário de Threes! e 2048, não avançam todos no tabuleiro, apenas aquela personagem que foi empurrada, ou personagens, pois é possível empurrar vários numa coluna ou linha. E esta é a grande diferença entre os jogos, o que marca bem como são distintos uns dos outros.

Complicando ainda mais as coisas (ou descomplicando, depende do ponto de vista), com os vários tesouros que vamos ganhando por jogar, poderemos desbloquear novos monumentos bem conhecidos da história, como as pirâmides e outros, que depois de activos nos permitem aumentar o tabuleiro do jogo em mais uma casa.

Isto permite-nos atingir civilizações mais avançadas, porque começamos a necessitar de espaço extra com tantos novos personagens (fruto de várias combinações) a ocupar o tabuleiro, tornando-se impossível ir mais longe se não aumentarmos o espaço onde jogamos. Portanto, está visto que o jogo tem muito por onde evoluir, e é certo que vai dando cada vez mais gozo chegar um bocadinho mais longe em todo a partida nova que a gente inicie.

O jogo é gratuito, mas como seria de esperar conta com alguma publicidade que surge aqui e ali, especialmente quando se acabam os movimentos disponíveis, obrigando-nos a visualizar um vídeo para conseguir um pacote com mais 50 movimentos. A alternativa é aguardar que estes regenerem sozinhos, ou investir numa compra in-app que remove por completo a publicidade e nos dá movimentos infinitos (comprar o jogo portanto). Se bem que é merecido para os criadores do jogo, não é de todo necessário, e basta visualizar a publicidade e podemos continuar novamente a tentar chegar à civilização mais avançada.


The Human Age na App Store

Tamanho: 319 MB



Sem comentários :

Enviar um comentário