sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Lumino City

Premiado e muito aclamado pela crítica, o jogo Lumino City da State of Play Games, que era aguardado já há muito tempo, chegou ontem finalmente aos nossos iPhones e iPads, e é um daqueles jogos lindíssimos e espectaculares que não podemos deixar passar ao lado.


O jogo começa com o avô de Lumi, a nossa heroína, a ser raptado. Cabe-nos a nós entrar na cidade de papel e ajudar Lumi a explorar todos os cantos da cidade, conversar com todos os seus habitantes, e resolver uma série de puzzles, até descobrir o mistério do desaparecimento do seu avô.

Estamos perante uma aventura point-and-click, bastando tocar num lugar para mover Lumi para esse ponto no ecrã. Não somos completamente livres neste aspecto, pois há pontos específicos onde teremos que tocar para ela se mover para lá. Tocar em objectos permite-nos activá-los, e tocar nas pessoas faz com que se inicie uma conversa, muitas vezes necessária para poder avançar na história e nas coisas que podemos fazer.


Pelo caminho aparecerão inúmeros puzzles e quebra cabeças para resolver, uns bastante intuitivos, outros um pouco mais complicados, mas com toda a certeza, cada um mais original que o anterior. Já se imaginaram a tentar acertar na cor das lâmpadas de uma sala escura para poder revelar uma fotografia? E se as etiquetas dos líquidos estiverem todas trocadas, como vamos saber qual o líquido usar para revelar, e em qual ordem?


Mas o que impressiona de facto neste jogo é a sua originalidade ao nível dos cenários, pois todo o jogo foi criado em tamanho real, todo construído em papel, e depois filmado para figurar no jogo. Parece um jogo em 3D, mas não, todos os lugares por onde passamos com Lumi são de facto reais, assim como todos os objectos em movimento e mecanismos que vemos em funcionamento.


Como se pode ver nas imagens aqui em cima, toda esta cidade existe de facto, e como foi tudo fotografado para o jogo, é uma delícia poder tocar em diferentes partes do ecrã, e ver a imagem a focar no primeiro plano ou no fundo, mostrando-nos diferentes profundidade de campo, como se estivessemos com uma máquina fotográfica na mão.

Temos aqui uma aventura para nos ocupar entre 8 a 10 horas, dependendo da capacidade de cada um para resolver os quebra cabeças e puzzles que vão aparecendo no caminho. De qualquer maneira, Lumi traz sempre no bolso o manual das reparações e invenções do seu avô, que explica como funcionam a maioria dos puzzles (uma espécie de soluções para quem ficar encravado).

Vejam aqui em baixo o espectacular vídeo oficial de apresentação do jogo, e deliciem-se com todo este visual incrível. Compatível com iPhone e iPad, digo-vos que o jogo porta-se muito bem num iPhone 6, mas imagino que deve ser ainda melhor num iPad.


Lumino City na App Store (Brasil)

Lumino City na App Store (Portugal)

Tamanho: 1.96 GB



Sem comentários :

Enviar um comentário