quinta-feira, 27 de junho de 2019

Textual description of firstImageUrl

Void Tyrant

Já vimos na App Store alguns jogos bem porreiros com cartas, especialmente em jogos do estilo Rogue. Hoje temos uma nova entrada neste género, com alguns elementos e mecânica novos, como é o caso deste Void Tyrant da Armor Games Inc, que para além dos combates com cartas bem conhecidos de outros jogos, temos também uma espécie de Blackjack que é algo muito bem pensado e extremamente viciante.


Como se trata de um roguelike já se sabe que o aleatório e o morrer para se começar de novo é algo sempre presente neste tipo de jogos. Portanto nesta aventura pela galáxia começamos com um guerreiro com determinadas características aleatórias, e um baralho com algumas cartas com poderes e armas, também ele criado de forma aleatória.

Com a nossa nave vamos visitando vários planetas e locais espalhados pelo universo, à procura de umas chaves mágicas, essenciais para restabelecer a ordem no universo. Em cada local há uma data de monstros para derrotar, e um chefe final que terá uma destas chaves para nos entregar.

A mecânica do jogo está muito bem conseguida, tendo como é costume a possibilidade de jogar qualquer uma das 4 cartas do nosso baralho que temos pousadas à nossa frente (desde que haja energia para as jogar), que tanto podem dar dano directo ao inimigo, paralisá-lo, fornecer-nos pontos de ataque, equipar uma arma ou escudo potente, etc, etc.

E depois temos a verdadeira mecânica do jogo, que faz isto tudo andar para a frente, que é o Blackjack, onde vamos tirando cartas (outras cartas) de um baralho que se encontra do lado esquerdo, onde cada uma destas cartas pode ter um número de 1 a 6. A ideia é preencher ao máximo a barra de ataque que temos à nossa frente, que pode ir até 12 pontos de ataque, e se ultrapassarmos a barra de ataque do inimigo, seremos nós a efectuar o ataque, e o inimigo a sofrer diversos danos (conforme a diferença de pontos entre a nossa barra de ataque e a deles).


Portanto, vamos jogando cartas até chegar aos 12 pontos no máximo, e nunca ultrapassar os 12, senão perdemos esse combate. É um jogo de sorte, pois nunca sabemos qual o número que vai sair na carta seguinte, mas é também um jogo de estratégia e risco, pois podemos sempre ficar por um 8 e não arriscar ultrapassar, e mesmo assim ganhar o combate. É aqui que entram as cartas de poderes que podem ser jogadas com energia, pois algumas dão-nos pontos directos de ataque, acrescentando de imediato +1, +2, +5, e por aí fora, perfazendo os pontos de ataque que precisamos.

O jogo é altamente viciante, pois mesmo perdendo só queremos voltar ao ataque novamente, usando as moedas para comprar upgrades e novos equipamentos, e aproveitando das melhorias que vamos fazendo entre jogos. O nosso herói volta ao início com um novo baralho com poucas cartas, mas as melhorias que já fizemos ao nível de características mantêm-se, o que faz com que as primeiras batalhas se tornem cada vez mais fáceis.

À medida que vamos avançando no jogo, vamos desbloqueando novas classes de heróis (até 3), e vamos encontrando tesouros, que nos vão dando mais cartas para fazer parte do nosso baralho, as quais podemos descartar se não nos interessar, como é óbvio. Há mesmo muita coisa boa para descobrir neste jogo, e não se admirem de ficar horas a jogar de uma só vez. Há alguma publicidade a surgir aqui e ali, mas nada que incomode por aí além, longe disso. Aproveitem que o jogo está disponível grátis na App Store e boa sorte.


Void Tyrant na App Store

Tamanho: 547.4 MB

Sem comentários :

Publicar um comentário