segunda-feira, 16 de julho de 2018

Textual description of firstImageUrl

Wobble Frog Adventures

Eu julgava-me incapaz de gostar deste tipo de jogos que envolvem física para controlar o nosso herói, mas no caso deste Wobble Frog Adventures da Walaber Entertainment LLC, fiquei claramente um fã, pois os controlos são perfeitos e o jogo é altamente viciante.


Numa mudança de casa tudo pode acontecer, e aqui neste jogo levou a que uma caixa de brinquedos saltasse para fora do camião de mudanças, e ficassemos com a pequena rã de brinquedo perdida no meio da cidade. Teremos que ser nós a ajudar este estranho brinquedo mecânico a voltar para junto dos seus amiguinhos.

O problema desta estranha rã é que não tem duas nem quatro patas que nos permitisse saltar de plataforma em plataforma. Ela tem apenas duas partes móveis, uma perna e a cabeça que abre e fecha a boca. E é com dois botões móveis em baixo no ecrã que podemos controlar o movimento da perna e da cabeça, e é só isto.

À partida parece complicado, mas depressa percebemos que não é assim tão difícil andar para a frente com a nossa rã de brinquedo. É preciso paciência, mas é um prazer deveras estranho e satisfatório, mexer naqueles botões em baixo e ver a rã responder tão bem aos controlos.

Portanto, um movimento básico usado por todo o jogo será levantar a perna, recolher a perna, abrir a boca, fechar a boca. Com isto conseguimos dar uma cambalhota completa, essencial para ir movendo a rã em frente através de um mundo carregado de plataformas, rampas, skates, escadas, e todo o tipo de obstáculos.

De vez em quando passamos pelo Professor Bubbles, que está ali apenas para nos responder a algumas perguntas. E com as suas respostas acaba por nos ensinar a dar saltos, a andar mais depressa, a trepar, etc. É óbvio que podemos descobrir tudo sozinhos combinando os movimentos de pernas e cabeça de uma certa maneira, mas com alguma ajuda extra é mais fácil chegar lá.

Como é óbvio, os níveis começam a preencher-se de obstáculos que temos de ultrapassar, como paredes que têm de ser destruídas, o que nos obriga a aprender a saltar (basta tocar no botão do movimento das pernas em baixo, sem deslizar, que faz com que a perna sirva de mola), ou mesmo usar a boca para nos agarrar a uma espécie de trampolim, sendo obrigados a largar no momento certo se não queremos cair em desgraça.

Há vídeos com publicidade para ver entre desafios, e há uma águia que nos agarra se por acaso caírmos no limbo, e nos pede para visualizar um vídeo se quisermos voltar ao local de onde caímos. Seja como for, nada demasiado intrusivo e perfeitamente justificado para a maravilha de jogo que é.

Para além do modo infinito, há todos os dias um modo de desafio que nos permite tentar fazer um percurso no melhor tempo possível, podendo depois comparar os tempos com outros jogadores espalhados por esse mundo fora, inclusive os nossos amigos. Neste modo podemos ver o fantasma de outros jogadores, o que nos ajuda até a perceber como ultrapassar alguns dos obstáculos olhando para os outros.



Wobble Frog Adventures na App Store

Tamanho: 144.4 MB




Wobble Frog Adventures - Rating: 4,5

Sem comentários :

Publicar um comentário