sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Textual description of firstImageUrl

Beat Cop

Dos criadores do espectacular e dramático jogo This War of Mine, chega-nos agora às mãos o jogo Beat Cop da 11 bit studios s.a., que já tinha sido lançado há alguns anos para PC e está agora disponível nos nossos iPhones e iPads, e que nos transporta para as ruas de Nova Iorque na farda de um polícia de rua a tentar combater o crime do dia a dia.


Este é um daqueles jogos que nos põe a viver um dia de cada vez, como no fantástico Papers, Please para iPad, onde temos sempre uma série de tarefas para executar no período de tempo em que estamos a trabalhar, todas as 8 horas da manhã até ao fim da tarde.

No jogo vestimos a farda de um detective chamado Kelly, que foi despromovido a polícia de rua depois deste se ter envolvido num homicídio e roubo, do qual não tem culpa, mas acaba por ser incriminado por poderes desconhecidos. Temos 21 dias para descobrir o que aconteceu às jóias roubadas, quem cometeu o crime e quem nos incriminou.

Mas como já não somos um detective, temos um trabalho para fazer como polícia de rua, e temos contas para pagar, por isso há que aguentar os 21 dias a fazer um bom trabalho, e tentar não ser despedido nem morrer no processo.


E não é muito difícil morrer neste jogo inspirado nas séries de televisão policiais dos anos 80. Há muita corrupção na polícia e nas ruas, com gangs de negros e máfia a tentarem fazer acordos connosco, e se não mantivermos um equilíbrio na relação entre nós e estes grupos, vamos acabar baleados na rua como o nosso colega logo no início do jogo.

Este é também um jogo de gestão de tempo, pois passamos o dia todo a patrulhar uma rua de Nova Iorque, de ponta a ponta, falando com os donos dos vários estabelecimentos, as pessoas que andam na rua, e há uma data de tarefas que temos de cumprir se não queremos perder o emprego.

No início de cada dia o capitão diz-nos quais os objectivos para o dia, que passam por exemplo por ir falar com alguém num estabelecimento que precisa da nossa ajuda, multar os carros que estejam mal estacionados ou que tenham os pneus estragados ou luzes avariadas, etc.


Depois no dia a dia, para além destas tarefas que temos mesmo de concluir, vão surgindo todo o tipo de aventuras como ladrões que temos de perseguir na rua e prender, situações a que temos de acudir depois de um pedido pela rádio, e até resolver situações que nada têm a ver com a vida de um polícia, mas que nos podem dar algum dinheiro extra. Isto para não falar da parte moral do jogo, que se quisermos infringir a lei e ganhar algum dinheiro por fora, é só aceitar as ofertas e tarefas da Máfia ou dos Gangs e arriscar ser apanhado pelos Internal Affairs, os polícias dos polícias.

Ao mesmo tempo que nos vamos aguentando no dia a dia, a história do crime de que somos acusados vai avançando, muito sem grande controlo da nossa parte, mas que nos leva a arrastar o jogo até ao 21º dia e descobrir como tudo se vai desenrolar.


Como jogo de gestão de tempo e estratégia é bastante desafiante a partir do 5º o 6º dia, onde os objectivos começam a ser mais compridos, e o tempo começa a ser curto para todas as coisas que vão acontecendo na rua. Pelo meio temos de gerir a nossa energia, e ir comendo qualquer coisa nos cachorros quentes ou restaurante para conseguir ter energia suficiente para correr atrás de um bandido.

Há muito humor negro neste jogo, e muitas conversas ofensivas, que nos anos 80 seriam bem mais comuns que hoje em dia, mas que têm a sua piada e nos levam a carregar em todos os balões de conversa para apreciar. Preparem-se para prender um bandido numa arca frigorífica em vez de o mandarem para a cadeia, e de aceitar subornos de pessoas que não querem pagar multas, ou mesmo de esconder uma arma do crime para ganhar algum dinheiro extra, que ser polícia neste Beat Cop não é coisa fácil, e ser o bom ou o mau polícia é uma área muito cinzenta nestas ruas perigosas de Nova Iorque.


Beat Cop na App Store

Tamanho: 429 MB




Beat Cop - Rating: 4,5

Sem comentários :

Publicar um comentário