sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Textual description of firstImageUrl

Bury me, my Love

A guerra na Síria levou a que uma grande parte da população tivesse que abandonar as suas casas e o seu país para fugir aos combates. A crise dos refugiados pode ser vivida de uma forma bem intensa e emocional neste Bury me, my Love da Plug In Digital, um jogo a ser experienciado em tempo real como se estivessemos na pele de uma refugiada a trocar mensagens no seu telemóvel com o seu marido que ficou para trás na Síria.


Este é um daqueles jogos do género do Lifeline, que ficou famoso pela troca de mensagens funcionar em tempo real, tendo de aguardar pela resposta demorada da pessoa do outro lado, como se fosse mesmo algo real que nos estivesse a acontecer. São vários os jogos deste género e alguns deixam-nos mesmo agarrados ao telemóvel e com os níveis de ansiedade bem altos, como é o caso deste Bury me, my Love.

O jogo chega-nos pelas mãos da Plug In Digital, que não é nenhuma estranha a jogar com temas polémicos e até bem reais dos nossos tempos, como é o caso do recém chegado à App Store Alt-Frequencies, que é inovador tanto em jogabilidade como na temática usada no jogo.


No jogo podemos ir tomando decisões à medida que vamos acompanhando a viagem de Nour e a troca de mensagens com o seu marido, Majd. Ao mesmo tempo vamos percebendo a realidade da guerra, a realidade dos campos de refugiados, a dura realidade daqueles que deixam tudo para trás para tentar sobreviver e viver com alguma dignidade, e das dificuldades que lhes aparecem pela frente nesta viagem a caminho da Europa.

Este é um jogo que não deixará ninguém indiferente, e que para muitos será um abrir de olhos que muitas vezes nos passa ao lado, especialmente quando não andamos atentos às notícias do mundo. O jogo está muito bem conseguido, mas é a história que interessa, e é difícil de acompanhar porque se tratam de vidas humanas em jogo todos os dias.


Bury me, my Love na App Store

Tamanho: 187.5 MB

Sem comentários :

Publicar um comentário