sexta-feira, 24 de julho de 2020

Textual description of firstImageUrl

Felix The Reaper

Um jogo que teve grande sucesso quando foi lançado para PC e Mac, Felix The Reaper da Kong Orange / Daedalic Entertainment, chega agora ao iPhone e iPad, com os níveis reinventados especialmente para iOS, teremos de ajudar um aprendiz da morte a levar a cabo uma data de tarefas macabras, e podem contar com muito humor negro à mistura e algumas vozes famosas.


Quando ouvi a voz a narrar as primeiras cenas do jogo, pensava que estava a começar o filme The Nightmare Before Christmas (Estranho Mundo de Jack), e não podia estar mais certo, pois trata-se do mesmo actor espectacular, o Capitão Picard de Star Trek, o grande Patrick Stewart. Só por isto o jogo sobe logo uns valentes pontos na pontuação, que traz logo uma personalidade e qualidade enormes a este Felix The Reaper.

Nos menus de acesso aos vários puzzles, temos também disponível variadíssima informação sobre a morte ao longo dos tempos, como era encarada pelos diferentes povos, como foi romanticizada e até musicada, o que faz com que seja o tema principal deste jogo, um aprendiz da morte que está com os seus headphones na cabeça, sempre a dançar e a ouvir música.


Neste jogo vestimos a pele de Felix The Reaper, um aprendiz que trabalha para o Ministério da Morte, que contando com a voz do seu guia (Patrick Stewart), vai começar as suas primeiras tarefas no mundo dos mortais, apanhando um elevador sobrenatural desde as profundezas da terra até à superfície, onde poderá aí parar o tempo e manipular e mover os objectos a seu bel prazer para conseguir que as mortes ocorram como planeado pelo Ministério da Morte.

Mas Felix só aceitou este trabalho porque está apaixonado. Por incrível que pareça, Felix está apaixonado pela vida, aqui representada por uma mulher alegre e vistosa, a quem Felix quer impressionar com os seus passos de dança, e por isso está sempre a praticar, mesmo quando está a mover as peças de xadrez para obter mais uma morte com sucesso.

Ao parar o tempo, Felix tem de mover as peças para o seu lugar, de maneira a que quando o relógio começar a contar, as mortes aconteçam. Com mover as peças para o seu lugar, quero dizer que tem de tirar um obstáculo do caminho de uma lança que vai na direcção de um veado (ou pessoa), e fazer com que outras coisas aconteçam, tudo já previamente planeado pelo Ministério da Morte, mas que nos cabe a nós executar com sucesso.


Podia-se dizer que é uma espécie de Sokoban, pois temos de arrastar objectos e transportá-los do ponto A para o ponto B, mas os puzzles são bem mais que isto. Felix apenas se pode mover na sombra, e portanto tem de evitar o sol. Terá portanto de caminhar sempre na sombra das árvores e outros obstáculos, e a partir de logo bem cedo, transportar os objectos para os lugares que farão a sombra que precisamos para nos movermos à vontade no terreno. Esta vai ser a mecânica essencial e sempre presente por todo o jogo, assim como a capacidade de movermos a posição do sol carregando num botão do lado direito em baixo.

No entanto, o jogo ao ser redesenhado para iOS, fez com que 75% dos níveis fossem completamente modificados em relação à sua versão para computador, e há 3 novas mecânicas que foram introduzidas e que tornam as coisas mais interessantes e desafiantes.

Temos aqui um jogo 3D com mais de 50 puzzles para resolver, atravessando 4 mundos diferentes e 5 histórias da morte, nível de dificuldade hardcore para os fãs de puzzles, mais de 10 músicas de artistas diferentes para ouvir, e passos de dança criados por verdadeiros dançarinos. Se ficaram curiosos, podem sempre experimentar a demo para PC e Mac na página do Steam, mas podem ter a certeza que temos em mãos um jogo de grande qualidade que funciona ainda melhor no ecrã táctil do iPhone e iPad.


Felix The Reaper na App Store

Tamanho: 2 GB



Sem comentários :

Publicar um comentário