segunda-feira, 26 de julho de 2021

Textual description of firstImageUrl

Toppl.

Criado por um designer gráfico, Toppl. de Pascal Monaco, é um jogo gratuito com um visual muito interessante que nos vai pôr a colocar peças no seu lugar, obrigando-nos a puxar pela nossa memória visual e espacial.

Este é um jogo para quem gosta de resolver quebra cabeças e puzzles, daqueles difíceis, porque isto não é nenhuma pêra doce.  A ideia é ir rodando a peça (que mais parece um Tetromino do Tetris), até conseguir colocá-la sobre o tracejado no chão, ocupando por completo essa zona a tracejado.

Para quem tem uma orientação espacial incrível e uma boa relação com quebra cabeças, tem aqui um desafio à altura. Todos os outros, podem levar o seu tempo a resolver estes puzzles, e até andar a tentar resolver por tentativa e erro, que pode não ser a melhor abordagem.


As peças começam a ficar mais complexas, sendo cada vez mais difícil perceber qual a melhor orientação da peça em questão. Tudo isto é muito bem vindo, se não acharem este tipo de quebra cabeças uma seca. 

Podem ver as tentativas da AppUnwrapper  no vídeo aqui em cima para perceberem aquilo que vos espera. Mas a julgar pela falta de paciência desta conhecida gamer (ainda para mais grande fã de puzzles e quebra cabeças), é certo que não é um jogo para qualquer pessoa. Seja como for, grande pinta, grande desafio, e está hoje grátis na App Store.


Toppl. na App Store

Tamanho: 146.9 MB

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Textual description of firstImageUrl

The Witcher: Monster Slayer

Quem é que quer ser um Witcher? A segunda temporada da série já está a demorar tempo demais para regressar, mas até lá podemo-nos entreter com este The Witcher: Monster Slayer da Spokko e da equipa responsável pelo jogo Witcher original, que nos põe a combater monstros em realidade aumentada na rua, e que podem encontrar grátis na App Store.

Ao estilo Pokemon GO e o divertido Ghostbusters World, também este The Witcher: Monster Slayer nos pede para ir para a rua para encontrar monstros para combater, e encontrar certos locais com missões para executar, que nos vão sendo entregues por várias personagens que vamos encontrando no caminho.

Os combates em realidade aumentada estão muito bem conseguidos e é super divertido combater, tendo mesmo que mover a nossa espada para atacar com movimentos diferentes para ataques distintos para cada tipo de monstro, executar magias com gestos no ecrã, e defender bastando pousar o dedo no ecrã no momento certo.

Os gráficos estão uma delícia, e é mesmo giro ver alguns monstros conhecidos da série e dos jogos à nossa frente em realidade aumentada com bastante qualidade e detalhe. Como é um jogo onde vamos encontrando e adquirindo uma série de items, podemos melhorar as nossas capacidades, criar novas poções, adquirir novas armas e armaduras, etc, etc.

Há muitas aventuras para viver neste jogo, e quando andarmos na rua a explorar é muito interessante vermos o tipo de monstros que encontrarmos a mudar conforme a altura do dia (se é de noite ou dia), e conforme o estado da meteorologia (se está sol, se está a chover, etc). Só pelo facto do projecto vir da parte dos criadores do magnífico jogo original para PC e consolas, é logo razão para não deixar de experimentar este belíssimo jogo.


The Witcher: Monster Slayer na App Store

Tamanho: 1.9 GB



sábado, 17 de julho de 2021

Textual description of firstImageUrl

Complicated

Esta é uma dica para todos aqueles que têm um Apple Watch no pulso, que eu já tinha aqui na manga há algum tempo para partilhar com vocês. Só têm de instalar a app Complicated de Michael Lyons, que podem encontrar grátis na App Store, e como se pode perceber pelo nome, dá-nos capacidades incríveis no que toca à personalização das complicações no relógio.

Não há dúvida que as complicações no Apple Watch são extremamente úteis, e por mim quantas mais melhor, para ter o máximo de informação possível no meu pulso. O estado do tempo, o ritmo cardíaco, quantas horas estivemos em pé, os passos que demos, o número de calorias gastas, um lembrete, a hora de um alarme, um evento na agenda, o valor das acções, etc, etc.

Mas, com esta app podemos subir bastante a fasquia no que toca ao tipo de informação que podemos mostrar nas mais variadas complicações do Apple Watch. Querem mostrar uma notícia actualizada de um site através do seu RSS Feed? Querem mudar um ícone ou emoji de acordo com a hora do dia? Querem mostrar o estado de algum aparelho presente na vossa casa inteligente?

O que esta app faz é incrível, pois dá-nos acesso a uma Web API, e a informação que enviarmos para o endereço personalizado, aparece imediatamente no nosso relógio. Isto com a utilização da App Atalhos da Apple, fica ainda mais potente, permitindo fazer coisas ainda mais espectaculares.

Temos um novo comando na App dos Atalhos, que nos permite mudar a complicação que estiver activa na Complicated no relógio. Com o poder das automatizações da App Atalhos, podemos por exemplo actualizar uma password dinâmica que muda de hora a hora, dia para dia, fazendo as contas necessárias num atalho, actualizando o texto da password, que depois é enviada para o relógio, ficando sempre actualizados com a última password. É um exemplo muito específico, mas o céu é o limite a partir do momento que entramos no mundo dos Atalhos e as suas automatizações.


Complicated na App Store

Tamanho: 29.4 MB


sábado, 10 de julho de 2021

Textual description of firstImageUrl

Tales of the Neon Sea

Já andava de olho neste jogo e nem acredito que ficou agora grátis na App Store.. Estou a falar de Tales of the Neon Sea da HIGGS TECHNOLOGY CO., LIMITED, um jogo Noir futurista onde temos de ajudar um detective cyborg a resolver uma série de crimes e todo um grande mistério.


No corpo do detective Rex, teremos de explorar uma cidade futurista a fazer lembrar o Blade Runner, onde todas as criaturas são parte humano parte robot, e também apenas robots, e onde há crimes quanto baste para o nosso personagem resolver.

Este é um jogo side-scroller, que se assemelha bastante a um point-and-click, só que não é (mas parece). Temos de explorar bem todos os cenários, procurar pistas quando aparece a lupa, agarrar em objectos, utilizá-los em certas situações para desbloquear novas pistas e assim dar solução aos mais variados puzzles.


Cada crime a resolver é um puzzle, e isto obriga-nos a andar para trás e para a frente à procura de pistas e demais objectos. Temos de falar com as pessoas e robots, para avançar na história, que se adivinha bem complexa, e todo um mistério enorme para desvendar.

Muito interessante é a capacidade que temos de controlar também um pequeno gato, que pelo seu tamanho podemos levá-lo para algumas secções onde o nosso personagem Rex não consegue entrar, mas o gato consegue e assim também ajudar a resolver uma série de puzzles.

Ao nível gráfico o jogo é irrepreensível, especialmente se apreciam pixel art. A fazer lembrar o filme Blade Runner em termos de visual e banda sonora, e até do ambiente geral, é um jogo que não deixará ninguém indiferente. Preparem-se para umas boas horas a resolver puzzles e mistérios.


Tales of the Neon Sea na App Store

Tamanho: 1.4 GB