sexta-feira, 3 de abril de 2020

Textual description of firstImageUrl

7 Minute TV Workout

Com o Covid-19 à solta, temos imensa gente confinada às suas casas em isolamento social, o que nos leva a comer mais e a fazer menos exercício físico. É aqui que entra esta 7 Minute TV Workout de Roman Shevtsov, uma app que ficou agora gratuita e que faz todo o sentido ter instalada no vosso iPhone, iPad, ou Apple TV.


Estes exercícios são inspirados nos famosos 12 exercícios de alta intensidade em 7 minutos do New York Times, onde somos acompanhados pela voz do treinador (em inglês) enquanto nos vai dando instruções de como realizar cada um dos exercícios, como respirar, etc.

Para além da voz sempre presente do treinador, podemos ver cada um dos 12 exercícios a ser executado em vídeo por uma mulher. Isto é ideal para perceber se estamos a usar uma postura correcta, e se estamos a executar o exercício da forma que é suposto.


A app conta ainda com uma secção com um calendário onde podemos acompanhar o nosso progresso ao longo do tempo, e ainda uma secção muito útil que nos explica em detalhe com texto e vídeo cada um dos exercícios, para praticarmos antes de arrancarmos para os puxados 7 minutos que se seguirão.

Fazer exercício físico numa altura como estas é mesmo muito importante, principalmente quando nos pedem para ficarmos em casa a praticar o afastamento social ao máximo. Para quem tem míudos em casa, fica muito díficil conseguir algum tempo sozinhos, portanto fazer pelo menos uma vez uma sessão de 7 minutos por dia já é muito bom (mas mais uma ou duas era perfeito).


7 Minute TV Workout na App Store

Tamanho: 76.3 MB

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Textual description of firstImageUrl

Totally Reliable Delivery

Numa altura em que as pessoas estão em quarentena ou isolamento social nas suas casas, nunca as entregas e os takeaways fizeram tanto sentido. Não é de admirar a chegada atempada deste Totally Reliable Delivery da tinyBuild, um jogo completamente tresloucado que nos vai pôr a fazer entregas de encomendas com os nossos amigos.


A tinyBuild já nos habituou aos jogos de grande qualidade que fazem parte do seu portfolio, mas este Totally Reliable Delivery é um daqueles que ou adoramos ou odiamos. Isto porque os controlos dos nossos bonecos apesar de serem certeiros, já os bonecos em si não o são, pois parecem ser daqueles bonecos insufláveis ou de areia que obedecem às leis da física, e os quais não são nada fáceis de controlar.

Mas num jogo que é suposto ser jogado em modo multijogador (podemos jogar sozinhos obviamente), com amigos ou com outros jogadores online espalhados por esse mundo fora, isto faz mesmo parte da diversão. Não conseguir controlar a 100% os nossos personagens é muito divertido, especialmente porque os outros jogadores também não o conseguem fazer, e então tentar agarrar uma encomenda e levá-la até ao seu destino é mesmo uma comédia.


Junta-se a isto a capacidade dos outros jogadores nos darem uns sopapos e roubarem-nos as encomendas, e depois da nossa capacidade de os perseguir e irmos agarrados ao seu carro, helicóptero, avião, para tentar roubar a encomenda de volta, está criado o momento perfeito para a risota. Claro que podemos trabalhar em conjunto, e tentar juntos entregar as encomendas, o que pode ser mais fácil (ou não.).

Este é um mundo aberto, e podemos tentar ganhar dinheiro a entregar encomendas, ou podemos simplesmente andar por ali livres a tentar experimentar todos os veículos que existir e todos os objectos que possam ser manipulados pelas nossas mãos. Não é um jogo fácil, mas isso faz mesmo parte da diversão. O jogo é grátis e permite-nos jogar numa zona limitada a sós ou com amigos online, e é preciso adquirir o jogo na sua totalidade para aceder ao mundo completo e aos jogos online com estranhos. Se o quiserem agarrar para computador, está neste momento gratuito na loja da Epic Games até dia 8 de Abril.


Totally Reliable Delivery na App Store

Tamanho: 633.8 MB



quarta-feira, 1 de abril de 2020

Textual description of firstImageUrl

Homo Machina

Dos criadores do belíssimo The Wanderer: Frankenstein's Creature, temos agora grátis na App Store este Homo Machina da ARTE Experience, um jogo fascinante que nos põe a trabalhar literalmente no interior do corpo humano, onde tudo é uma máquina controlada por nós.


Um jogo inspirado fortemente no trabalho do cientista avant-garde Fritz Kahn, o nosso corpo humano é aqui representado como uma série de máquinas que fazem trabalhar toda esta grande máquina. Uma série de pessoas em miniatura controlam estas máquinas, e cabe-nos a nós levar a bom termo um dia de trabalho para estas pessoas, e para o corpo humano que controlam.

São cerca de 30 passos para ultrapassar, que nos levam através de um dia inteiro, até ao encontro incrívelmente romântico que temos à noite, que fará com toda a certeza acelerar o coração. Desde a visão, que colocamos a funcionar mal acordamos ao abrir os olhos e focar a lente, ao desentupir do nariz para sentir o cheiro do pequeno almoço, e depois começar a mastigar a comida, o jogo é como um puzzle gigante cheio de pequenos quebra cabeças para resolver.

A história vai sendo contada pelos vários trabalhadores, e especialmente pelo director que se encontra no cérebro a dar ordens, junto com a sua secretária e um colaborador. Esta é uma experiência única que recomendo vivamente a toda a gente, pelos seus gráficos, banda sonora, efeitos de som, e narrativa. Não percam, especialmente enquanto está em promoção grátis na App Store.


Homo Machina na App Store

Tamanho: 595.8 MB



segunda-feira, 30 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

SIMULACRA

Encontrar o telemóvel de outra pessoa e vasculhar as suas mensagens, fotos, e conversas, é das coisas mais desconfortáveis até mesmo para qualquer voyeur profissional. O jogo de terror SIMULACRA da Kaigan Games OÜ, tem um mistério para nós desvendarmos, e está hoje grátis na App Store.


Neste jogo encontramos o telemóvel de Anna, e podemos aceder a todas as apps, mensagens, fotos, vídeos, que estão contidos no seu interior. Depressa percebemos que algo se passou com Anna, e cabe-nos a nós tentar descobrir o que lhe aconteceu, e porque raios temos o telemóvel dela nas nossas mãos.

O telemóvel está muito bem recriado, e parece que temos realmente um telemóvel de outra pessoa na nossa mão, os vlogs e vídeos são filmados por actores reais e têm muito boa qualidade, o que ajuda a ficarmos mais envolvidos na história, e a acreditar que isto é tudo real. Com um bocadinho de terror aqui e ali, pois nem tudo é o que parece com este telemóvel, desejo-vos boa sorte a resolver os puzzles e o mistério de Anna.


SIMULACRA na App Store

Tamanho: 633.2 MB



sexta-feira, 27 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Earth Atlantis

Premiado em festivais e aclamado pela crítica, temos hoje grátis na App Store este Earth Atlantis da Pixel Perfex, um espectacular Shoot 'Em Up / Side Scroller passado numa terra pós-apocalíptica onde tudo está debaixo de água e as máquinas viraram-se contra nós.


Finais do século XXI, a humanidade continuou cega sem prestar atenção ao aquecimento global, e o mundo acabou por indundar, afogando 96% do planeta, que está agora infestado por máquinas que nos querem destruir e que assumiram a forma de autênticos monstros marinhos.

Nós somos o caçador que tem como tarefa acabar com estes monstros que querem acabar com a raça humana. Uma aventura sub-aquática espectacular com um design gráfico completamente fora deste mundo, e uma jogabilidade incrível para um shooter.

Destruam toda a espécie de animais marinhos que reconhecemos facilmente dos aquários e programas da National Geographic, mas agora em versão máquina destruidora da morte. Boa sorte a vencer os chefões terríveis, que ocupam quase metade do ecrã quando nos aparecem à frente. E acreditem no aquecimento global, senão vem aí um tubarão versão Terminator para acabar com vocês.


Earth Atlantis na App Store

Tamanho: 226.9 MB



quinta-feira, 26 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Cat Quest

Não é preciso gostar de gatos para avançar para este Cat Quest da The Gentlebros., um belíssimo Dungeon Crawler / RPG, que está neste momento gratuito na App Store, e que fez grande sucesso em PC no Steam, mas principalmente em mobile no iPhone e iPad.


O Gato tem de salvar a irmã das garras de um terrível dragão, num jogo que nos põe a explorar um enorme mundo onde somos completamente livres para ir onde nos apetecer e fazer aquilo que nos apetecer, e combater dragões e todo o tipo de criaturas.

É um RPG, é um Beat' Em Up, é uma aventura incrível com uma banda sonora e um visual espectacular. A jogabilidade é fantástica, bastando tocar no ecrã para nos levar para onde queremos e também atacar. Manter o dedo no ecrã para se abrir um pequeno menu com poções e feitiços para executar sobre os nossos inimigos.

Há imensa coisa para fazer neste jogo, e cada masmorra pode ser concluída em poucos minutos, sendo um jogo perfeito para se perder horas ou apenas alguns momentos curtos durante o dia. Com muitas armas e upgrades para obter, inclusive chapéus espectaculares, está aqui um jogo Premium que não devem deixar passar ao lado, especialmente estando agora em promoção, grátis na App Store.


Cat Quest na App Store

Tamanho: 281 MB




terça-feira, 24 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Kotoro

Um jogo que brinca com um conceito que aprendemos em míudos, que é a mistura de cores, Kotoro da Semidome Inc., está hoje grátis na App Store, e é um daqueles jogos que é tão bonito a nível visual e sonoro, que podemos encará-lo como uma experiência zen para relaxar nestes tempos complicados que vivemos actualmente.


A ideia é simples, é-nos apresentada em cima a cor que temos de obter, e em baixo temos uma espécie de bolhas que temos de misturar umas com as outras até chegar à cor que nos é pedida. No final só podemos ter uma bolha, e essa tem de ter exactamente a cor que temos como objectivo.

Começamos com uma bolha branca (ou transparente), e ao tocar em bolhas de outras cores ela passa a ficar com a sua cor, e a partir daí começam a mistura de cores. Azul e amarelo dá verde, amarelo e vermelho dá laranja, e por aí fora.


A partir do momento que tenhamos uma cor secundária, não é possível misturar mais cores com ela, a não ser que seja com a bolha transparente, ou com algumas bolhas especiais que retiram uma determinada cor ao serem misturadas, etc.

O jogo brinca com a ordem em que misturamos as cores, e com a mistura de cores em si, mas a certa altura começa a introduzir bolhas especiais que têm comportamentos distintos e que elevam o desafio do puzzle a resolver.

Um jogo que já esteve em destaque na App Store pela equipa editorial da Apple, e muito bem aclamado pela crítica em geral, temos aqui 9 capítulos carregados com 96 puzzles ao todo para resolver. Uma belíssima experiência que deve ser aproveitada com os olhos, mas também com os ouvidos, que a banda sonora é bem bonita.


Kotoro na App Store

Tamanho: 202 MB

sexta-feira, 20 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Kingdom Rush Frontiers

Para além do Kingdom Rush Origins, se apreciam jogos de defesa e estratégia, o segundo jogo da série Kingdom Rush está também em promoção. Estou a falar de Kingdom Rush Frontiers da Ironhide Game Studio, que é um dos melhores jogos de Tower Defense que há para iOS.


Os monstros que temos de derrotar são um espectáculo, e os poderes das torres de defesa estão muito bem pensados (mais de 18 habilidades novas, e 8 upgrades). Com mais de 40 tipos de inimigos diferentes para derrotar, e ainda boss fights, temos aqui jogo para várias horas (dias, semanas, meses).

Vejam aqui em baixo o vídeo de apresentação do jogo, e aproveitem esta promoção para instalar os 3 jogos da série Kingdom Rush de forma gratuita, que é completamente obrigatório para os fãs de jogos do género Tower Defense, mas também de jogos de estratégia em tempo real.


Kingdom Rush Frontiers na App Store

Tamanho: 234.3 MB



quinta-feira, 19 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Mini Metro

Mais uma promoção consequência dos dias que vivemos em isolamento por causa do vírus Covid-19. O excelente Mini Metro da Dinosaur Polo Club, um jogo de estratégia e simulação, onde temos de desenhar as linhas do metro para conectar as várias estações e assim gerir o trânsito das pessoas numa cidade, está hoje grátis na App Store.


O jogo tem um aspecto bem minimalista, por isso não esperem encontrar a complexidade visual de um Sim City, mas é exactamente nesta simplicidade que o jogo ganha muitos pontos, da mesma maneira que o divertido e simpático Pocket Trains. Dá para perceber isto logo no início do jogo, onde escolhemos uma cidade como Londres (famosa pelo seu London Tube e as bem conhecidas palavras "mind the gap"), e aparecem-nos apenas 3 figuras geométricas no mapa e um rio a atravessar a cidade a meio.

A ideia é ligar estas diferentes figuras com uma linha do metro, bastando para isso deslizar o dedo de uma figura para a próxima, e assim sucessivamente, até termos uma carruagem a navegar para trás e para a frente através destes pontos, transportando pessoas. Os passageiros aparecem representados por uma pequena forma geométrica escura do lado da estação (círculo, triângulo, quadrado, etc), que indica qual a estação para a qual querem viajar (a que estiver mais próxima).


Não há cá tutoriais nem ajudas, apenas uma pequena indicação animada daquilo que devemos fazer para arrancar o jogo, e a partir daí é ir jogando para perceber a mecânica de tudo isto. Mas posso adiantar algumas explicações (que não passam de opiniões no fundo). Imaginem que os círculos são as áreas residenciais onde vivem as pessoas, os triângulos os estabelecimentos comerciais, e os quadrados como se fosse o centro da cidade (estes bem mais raros que os primeiros, e igualmente mais desejados pelos passageiros). Irão aparecer também estações especiais, ainda mais raras, como uma cruz (a representar um hospital por exemplo), uma estrela, e por aí fora.

Temos portanto de manter as pessoas em movimento, levando-as para os seus destinos, com as linhas que vamos desenhando com o dedo, ligando as várias estações espalhadas pela cidade que vão surgindo a um ritmo certinho. E aqui a estratégia pode variar imenso de pessoa para pessoa, onde uns poderão criar sistemas circulares com uma linha a dar a volta inteira à cidade por fora, ou então em forma de grelha, com várias linhas a fazerem intersecção umas com as outras, certos que não tarda estaremos a fazer mudanças radicais para nos adaptarmos às novas estações que aparecem.


Em cima do lado direito temos um relógio que nos vai dando conta da passagem do tempo, e sempre que chegamos a segunda-feira, fechamos mais uma semana, e é-nos oferecido pela câmara mais algumas coisas para nos ajudar no transporte dos passageiros. Uma locomotiva por semana, e depois, aleatóriamente e para nós escolhermos, uma carruagem extra, uma linha nova, uma estação de interface (que permite ter mais passageiros à espera), túneis e pontes, etc.

O jogo conta com várias cidades à escolha (e cada uma delas será sempre aleatória quando reiniciada, assim como a posição das estações que vão surgindo aqui e ali), e há algumas que contam com grandes secções com água pelo meio, o que vai tornar a nossa tarefa bem mais complicada. Estações que apareçam separadas por água vai-nos obrigar a usar túneis ou pontes, o que irá estrangular com toda a certeza o movimento de passageiros de um lado para o outro, fazendo com que as estações se encham de gente.


Se as estações ultrapassarem um determinado número de pessoas em espera, aparece um pequeno círculo sobre a mesma, uma espécie de relógio, que vai contando durante quanto tempo a estação está com problemas, que se não forem resolvidos (os passageiros serem transportados dali para fora), perderemos o jogo. E é aqui que é contabilizada a nossa pontuação, dizendo-nos o número de dias que estivemos a operar, e quantos passageiros foram transportados (isto para competir nos rankings mundiais).

Deixo aqui algumas dicas para que não percam tempo a procurar online. Para adicionar uma estação a determinada linha, basta arrastar a linha com o dedo para cima dessa mesma estação, agarrando nela exactamente na secção que nos interessa ligar entre duas estações, ou então agarrando na parte em forma de "T", que será sempre o início ou o fim da linha. As linhas podem ser circulares, ou lineares, mas nunca podem ter ramos extra a saírem das mesmas.


Para apagar uma linha, basta segurar na secção que queremos eliminar, e arrastar para cima da estação que não queremos ver ligada (basta aguardar um segundo e vemos a animação de um círculo que nos dá a indicação que a ligação foi desfeita). Fazer alterações radicais na cidade pode ser problemático com o tempo a contar, por isso basta tocar no botão de PAUSE e teremos todo o tempo do mundo para o fazer.

Acho que no fundo não há nada como jogar algumas horas para começarmos a perceber toda a mecânica do jogo, e a ficar completamente viciados neste belíssimo jogo. O visual é bem minimalista, assim como a banda sonora, que se vai adaptando ao crescimento da cidade, inspirada em compositores como Philip Glass e Steve Reich.

Para quem joga à noite é possível activar um modo nocturno, que não chateia tanto a vista, como se pode ver na imagem aqui em cima, e existem ainda desafios diários numa cidade nova para estimular a competição entre jogadores de todo o mundo. Há também um modo onde as linhas ficam fixas, e não pode ser alteradas de nenhuma maneira. Digamos que é o modo difícil do jogo, e talvez o mais realista, porque na realidade as linhas de metro não podem ser alteradas.

O jogo foi lançado o ano passado no Steam para PC e Mac, e está disponível na App Store desde ontem pelo preço de 4,99€, o que é uma pechincha para todos os fãs de jogos de simulação e gestão de cidades, que querem ficar com um jogo no seu iPhone que nunca mais será apagado. Vejam aqui em baixo o vídeo de apresentação do jogo para ficarem com uma ideia do que vos espera, e não se esqueçam: Mind the Gap!


Mini Metro na App Store

Tamanho: 114 MB




Mini Metro - Rating: 5

quarta-feira, 18 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Alto's Odyssey

Com as pessoas a ficarem em isolamento e quarentena em casa por causa do Covid-19, há programadores a colocarem os seus jogos gratuitos para ajudar a passar o tempo. É esse o caso deste Alto's Odyssey da Snowman, um magnífico jogo de snowboard com paisagens lindíssimas, uma experiência zen super relaxante que vai ajudar com toda a certeza a passar estes tempos de incerteza.


Não é o único jogo que a Snowman colocou gratuito na App Store, pois o original Alto's Adventure também está disponível grátis. O primeiro jogo era passado em ambientes de neve, mas este Odyssey já nos leva a viajar pelo mundo inteiro qual Volta ao Mundo em 80 dias.

Da areia do deserto passamos para cenários com cascatas e lagos, onde a água passa a ser um elemento com muita mais presença e a fazer parte das manobras fantásticas que podemos fazer com a nossa snowboard. Os famosos balões da Turquia também passam a fazer parte do cenário, e podemos até saltar em cima deles para atingir novas altitudes.

Se nunca jogaram nenhum destes jogos, então têm agora a vossa oportunidade, e é uma daquelas que recomendo vivamente a que não percam, que estes jogos são lindíssimos, têm uma jogabilidade incrível, e são com toda a certeza um excelente passatempo. Num iPhone ou iPad, é aproveitar a promoção que durará apenas uns dias.


Alto's Odyssey na App Store

Tamanho: 144.6 MB




terça-feira, 17 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Kingdom Rush Origins

Há um jogo gratuito de Tower Defense que nunca sai da página principal do Apps do iPhone, e esse jogo chama-se Kingdom Rush. Há uma razão para isso, e tem tudo a ver com qualidade e divertimento, e nem de propósito hoje um dos jogos que deu continuidade ao original, o jogo Kingdom Rush Origins da Ironhide, está também ele hoje grátis na App Store.


Nomeado e vencedor em 2015 como um dos melhores jogos de Tower Defense, para os fãs deste género não há qualquer dúvida. É instalar e jogar, que a Ironhide é muito boa a fazer este tipo de jogos. Para quem experimentou o original e agora gratuito Kingdom Rush, este cresce bastante em cima da fórmula original, e de que maneira.

Este é o terceiro da saga e recomendo vivamente a qualquer pessoa que goste de uns bons combates e com alguma estratégia à mistura. Há muito para descobrir neste jogo, com dezenas de upgrades para fazer às inúmeras torres, mais de 30 inimigos distintos, e 3 modos de jogo diferentes. Aproveitem a promoção, que este não é para perder.


Kingdom Rush Origins na App Store

Tamanho: 305.1 MB



segunda-feira, 16 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Panmorphia

Com o Covid-19 a obrigar as pessoas a ficarem em casa em isolamento vem bem a calhar uma aventura point-and-click para entreter o pessoal. Estou a falar de Panmorphia da LKMAD, que normalmente está a pagar na App Store, mas podem encontrá-lo hoje grátis.


Este é o tipo de aventura clássica de exploração, onde andamos de um lado para o outro a tentar desvendar um mistério, recolhendo objectos e pistas, experimentando locais onde usá-los, e reter na memória os cenários que possam servir de dica para algum puzzle a resolver mais à frente.


Há aqui muitos puzzles e quebra cabeças para resolver, mas temos também a possibilidade de nos transformarmos em certos animais, que mudam por completo a nossa perspectiva do mundo, obrigando-nos a ver literalmente com outros olhos, partes do cenário que pareciam não ter nada para nós, mas que afinal... Aproveitem a promoção e cuidem da vossa saúde.


Panmorphia na App Store

Tamanho: 146.9 MB

sexta-feira, 13 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

forma.8 GO

Para quem é apreciador de jogos estilo Metroidvania, não podia deixar de mencionar o belíssimo forma.8 GO da Mixedbag, um jogo de aventura e exploração que está hoje grátis na App Store, e que tem sido um daqueles jogos indies pago com excelentes críticas.


Com mapas bem extensos, ainda mais que o fantástico Dandara, estão prometidas horas e horas de jogo para os fãs deste tipo de jogo. Não é bem um jogo de plataformas, porque não há mesmo plataformas, e o nosso herói anda por ali a flutuar no espaço, mas é um daqueles jogos que vai exigir alguma destreza da nossa parte, tanto para controlá-lo através das cavernas perigosas que temos de atravessar, como para usar as suas bombas, que são tão necessárias para derrotar inimigos e até os terríveis chefões que andam por ali espalhados.


Este jogo indie demorou uns 5 anos a ser criado, e depois foi lançado em várias plataformas, desde PCs a consolas, e até ao iPhone e iPad, como é óbvio. É um daqueles jogos que agarrei mal foi lançado, e agora com esta oportunidade não há mesmo razão nenhuma para o instalarem nos vossos dispositivos. Com uma banda sonora incrível, é uma experiência zen espectacular, especialmente pelos quadros lindíssimos que vão passando à frente dos nossos olhos, autênticas obras de arte os cenários deste jogo.


forma.8 GO na App Store

Tamanho: 634.8 MB

quinta-feira, 12 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Hand Washing Timer

O Coronavírus COVID-19 está aí à porta, e uma das coisas que devemos fazer para evitar apanhar e até espalhar o vírus é mesmo lavar muito bem as mãos e com bastante frequência. Para aqueles que têm um Apple Watch e já estão fartos de cantar a música dos parabéns enquanto lavam as mãos, têm agora esta Hand Washing Timer da Red Sprite Studios, uma app gratuita muito útil que conta o tempo ideal para se lavar as mãos e nos avisa quando tiver acabado.


É óbvio que podemos usar um temporizador, ou continuar a cantar os parabéns ou outra música que quisermos, que nos aproxime dos 20 segundos necessários para o sabão actuar sobre a camada protectora do vírus e o destrua no processo. Mas com esta Hand Washing Timer podemos pôr a app em qualquer uma das complicações do Apple Watch, e activá-la com um simples toque.

Basta tocar no botão "Wash Hands", que de imediato começa a contar o tempo necessário para se lavar as mãos. Se o relógio tiver o som activo, ouvimos um pequeno toque sonoro quando estivermos a meio do processo, e um toque sonoro final quando chegarmos ao fim.

Para quem usar o relógio sem som como eu, estes toques sonoros são substituídos pelo toque háptico, que funciona muito bem para sabermos quando parar. Pelo que dizem os cientistas, são mesmo precisos 20 segundos aproximadamente para que o sabão destrua a camada exterior do vírus, portanto nada de lavar as mãos à velocidade da luz.

Activem o temporizador no vosso relógio, e esfreguem muito bem as mãos com sabão para eliminar todas os vírus (e bactérias já agora). A juntar a isto, evitem socializar ao máximo, evitem espaços fechados com muitas pessoas, respeitem uma distância de 2 metros entre pessoas, tossir para o cotovelo, evitar estar com pessoas mais velhas (que são as mais vulneráveis), e tentar ficar em casa o maior tempo possível até passarmos a fase de maior contaminação. Fiquem bem.


Hand Washing Timer na App Store

Tamanho: 3.6 MB

quarta-feira, 11 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Gestures - Tap them down

Já há muito tempo que não experimentava um jogo onde se tem de tocar freneticamente no ecrã do iPhone. Não, não é um jogo do tipo "Idle Tap", mas sim um daqueles estilo Whack-A-Mole onde temos de acertar nos inimigos o mais rápido que conseguirmos. Estou a falar de Gestures - Tap them down de Vaclav Krivanek, um belíssimo e desafiante jogo que apareceu agora grátis na App Store.


Tenho de confessar que sou grande fã deste tipo de jogos, quando são bem feitos. E este Gestures - Tap them down está mesmo muito bem feito e é do caraças. Se acham que são rápidos e têm bons reflexos, então este jogo é o derradeiro desafio para os vossos dedos e para queimar esse cérebro.

Numa pequena grelha que se assemelha a um mecanismo robótico que parece saída de um futuro longínquo, vão aparecendo diferentes inimigos que teremos de destruir tocando rapidamente neles. Alguns basta um toque para que sejam destruídos, outros 2 ou 3 toques, outros inimigos necessitam que o dedo fique em cima deles por meio segundo, outros têm de ser destruídos ao mesmo tempo usando dois dedos.

Já vos disse que têm de ser muito rápidos? Pois é, estes inimigos não gostam de esperar, e se não forem destruídos o mais rápido possível, eles vão acabar por nos retirar vidas preciosas, o que nos leva a perder o jogo. Para piorar a situação, há inimigos que são apenas armadilhas, as quais devemos evitar a todo o custo.


Depois há também inimigos que requerem 20 toques, 50 toques, e ao mesmo tempo há que ir destruíndo os inimigos de 1 e 2 que não param de surgir aqui e ali. À medida que vamos subindo de nível vamos desbloqueando alguns poderes que nos ajudam a ultrapassar os desafios seguintes, com coisas como o inimigo de 2 a explodir tudo o que estiver à sua volta se for destruído rapidamente, etc.

O jogo conta com 100 níveis espectaculares, que pedem mesmo para serem ultrapassados, pois o jogo é altamente viciante. Os fãs deste tipo de acção frenética podem ainda contar com um modo de jogo infinito, que agradará a muitos maluquinhos como eu, e até a opção de mudar o nível de dificuldade para Hardcore, que é com toda a certeza para causar ataques epilépticos em qualquer pessoa saudável. Fica o aviso, e não percam este jogo que é um daqueles que vale a pena, pela apresentação magnífica, jogabilidade, etc, etc.


Gestures - Tap them down na App Store

Tamanho: 75.9 MB

terça-feira, 10 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Dang! I Got Too Many Dang Gems

Com saudades de jogos como Puzzle Bobble ou Bust-a-Move? Se este tipo de jogo Arcade de match-3 é algo que vos agrada, então têm o novo Dang! I Got Too Many Dang Gems da NOPOPO SL, um jogo com um aspecto retro que podem experimentar grátis na App Store.


A rainha precisa da nossa ajuda, porque anda a acumular demasiadas jóias, e o castelo está a abarrotar pelas costuras. Combinar 3 ou mais jóias da mesma cor faz com que estas desapareçam, e é esta a nossa missão super importante.

Ao contrário dos jogos habituais deste género, jogamos de cima para baixo, com as jóias a surgirem em baixo e a começarem a encher as paredes do castelo, e nós lá em cima na torre, a atirar jóias para baixo, a tentar fazer combinações que reduzam o número de jóias aí presentes.

Este é daqueles jogos para fazer em espaços pequenos de tempo, pois é muito provável que não nos aguentemos com vida mais do que alguns minutos escassos. Mas acredito que haja por aí profissionais que consigam segurar aquelas jóias por bastante tempo.


A ideia é fazer pontaria para acertar nas jóias em baixo, combinando-as, e fazendo desaparecer o maior número delas que conseguirmos. Se tocarmos na parte superior da torre do castelo, guardamos uma jóia de determinada cor para jogar mais tarde.

À medida que formos avançando, desbloqueamos novos animais para nos ajudar, que trazem consigo diferentes modos de jogo, para manter a jogabilidade com alguma frescura e novidade. Para jogos rápidos este retro arcade é impecável, e como é costume, há por vezes uma publicidade a surgir aqui e ali, inclusive para conseguir uma jóia especial que elimina todas as jóias da mesma cor do ecrã. Boa sorte!


Dang! I Got Too Many Dang Gems na App Store

Tamanho: 66.1 MB

segunda-feira, 9 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Mission 1545

Pela primeira vez gratuito na App Store, o jogo Mission 1545 da City Quests, é uma aventura point-and-click passada em Londres no século XVI, que nos traz uma mistura de puzzles com plataformas e furtividade, numa obra de arte visual com um belíssimo trabalho de vozes e banda sonora.


Para os apreciadores de novelas gráficas, temos aqui um jogo com um visual super interessante, misturando 3D com 2D num cenário que parece pintado à mão. A banda sonora e as vozes são de grande qualidade, assim como as cenas animadas que nos contam a história entre as partes em que tomamos conta da acção.

Londres, séculos XVI, tempos dos Tudor, e onde as cabeças rolavam com muita facilidade caso alguém dissesse uma palavra errada. Neste jogo controlamos Willa, uma míuda com excelentes habilidades furtivas, e com ela teremos que atravessar a cidade de sombra em sombra, para tentar salvar um amigo das garras dos espiões do rei.


Este é daqueles jogos furtivos onde temos de andar pelas sombras para não ser vistos pelos guardas e várias pessoas que se fazem passear pelos edifícios bem conhecidos de Londres que teremos de atravessar. A visão destas pessoas toma a forma de um cone que nos mostra quais as áreas a evitar. Alguma paciência para aprender os seus movimentos, e conseguiremos passar por eles sem grande stress.

Seja como for, há vários checkpoints, e sempre que somos apanhados por alguém, voltaremos ao checkpoint anterior, para que não tenhamos que repetir muita coisa que já tenha sido feito anteriormente. O jogo tem uma história muito interessante para nos contar, apesar da jogabilidade não ser a preferida de muitos jogadores, até porque por vezes o ângulo de visão atrapalha um pouco. Com alguns puzzles para resolver para além do caminhar furtivo, temos aqui um jogo que é de aproveitar enquanto está grátis na App Store (se tiverem 3.2 GB livres no vosso iPhone ou iPad).


Mission 1545 na App Store

Tamanho: 3.2 GB

sexta-feira, 6 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

The Wanderer: Frankenstein's Creature

É uma pintura, é um livro, não, é o mais recente jogo da ARTE Experience que nos leva a reviver as aventuras da criatura criada por Mary Shelley. Estou a falar do jogo The Wanderer: Frakenstein's Creature da Labelle Games, onde vestimos a pele da criatura criada no laboratório por Victor Frakenstein, e vamos experenciar o mundo através dos seus olhos e ouvidos.


Este jogo é acima de tudo uma obra de arte, tanto visual como auditiva. Desde o momento em que a criatura abre os olhos, e apenas vê tudo branco, e começam a surgir as primeiras pinceladas de cor que lhe vão dando algum sentido ao mundo que o rodeia, quase que parece que estão a pintar uma aguarela diante dos nossos olhos.

Todos os cenários são belíssimas pinturas sobre as quais vamos levar a nossa criatura a pisar com os seus pés, e também sobre os quais vamos interagir, resolvendo alguns puzzles e mini jogos. Mas ainda mais importante, a música, aliada à explosão de cores e pinceladas de mestre, uma banda sonora incrível, música clássica que nos transporta para uma sala de espectáculos onde estamos a assistir à peça de Mary Shelley's Frankenstein, uma sala completamente esgotada.

Através dos olhos inocentes da criatura vamos caminhando pelo mundo tentando perceber aquilo que nos rodeia, fazer algum sentido de todos os objectos e cores e sons, e tentar descobrir de onde viemos, quem nos criou, e qual o sentido da vida, se podemos chamar a isto de vida.


Estas viagens levam-nos inevitavelmente a entrar em contacto com os humanos, e para quem conhece a história, tanto do Frankenstein como de qualquer outra situação em que os humanos reagem da pior maneira possível aquilo que desconhecem ou temem, não será um encontro muito feliz.

É aqui que entra a parte interactiva do jogo, pois podemos escolher como agir perante uma míriade de situações diferentes. Uma cobra na floresta vai atacar um pobre veado bebé, e é-nos perguntado se queremos intervir ou se apenas ficamos a observar. Esta decisão tem consequências, e isso muda a nossa percepção do mundo, o que faz com que o cenário mude em conformidade, ora para uma paisagem colorida, animada e alegre, ou para um ambiente escuro e tenebroso.

A maneira como vemos o mundo também depende das nossas acções, portanto é um daqueles jogos onde teremos finais diferentes, e até a experiência do jogo pode ser completamente diferente. Fugimos ou atacamos os humanos que nos atacam? Podem sempre jogar o jogo duas vezes e experimentar com diferentes escolhas, e verificar como a criatura pode ser benevolente ou um autêntico monstro.


A certa altura tudo o que importa é dar sentido à vida, é encontrar o Dr. Frankenstein e confrontá-lo com todas as questões que tem na sua cabeça. Ou pedir-lhe que crie uma criatura que lhe faça companhia, que com os humanos não irá ter muita sorte com toda a certeza.

Os mini jogos e puzzles que encontramos no caminho não são muito complexos, sendo alguns deles mecânicos e com alguma lógica por trás, e outros algo literários, obrigando-nos a ler as dicas deixadas espalhadas pelo chão (como no laboratório de Frankenstein) para dar sentido às palavras.

Acima de tudo uma obra de arte, pelos quadros belíssimos e a banda sonora que é simplesmente incrível, esta produção chega-nos pelas mãos do canal ARTE, um canal de TV digital europeu de cultura, e pelo estúdo Labelle Games, que fez um trabalho incrível com este The Wanderer. Para aqueles que apreciam experiências únicas no iPhone e iPad, este é uma dessas experiências, sem dúvidas.


The Wanderer: Frankenstein's Creature na App Store

Tamanho: 3 GB



quinta-feira, 5 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Double Dodgers

No outro dia falei-vos de um jogo onde tínhamos de provar as nossas capacidades de multitasking jogando 4 jogos em simultâneo. Hoje trago-vos um jogo que toca numa realidade bem presente no nosso dia a dia, onde não tiramos os olhos do telemóvel, nem quando estamos a andar na rua. Estou a falar de Double Dodgers de Jesper the End B.V., um jogo onde temos de jogar um jogo no telemóvel enquanto caminhamos e que podemos encontrar grátis na App Store.


Este é um dois em um, um jogo dentro de um jogo. Todos conhecemos o perigo que é mexer no telemóvel quando estamos a conduzir, pois é uma distracção que pode ser o suficiente para nos levar a ter um acidente na estrada. Isto é válido para qualquer situação em que desviemos a atenção para o telemóvel, inclusive quando estamos a caminhar na rua.

É isso que nos mostra este jogo, onde vestimos a pele de um míudo a caminho de casa, e onde temos de ir com atenção no passeio e desviar-mo-nos dos obstáculos e obras que estão a decorrer à nossa frente. Mas o míudo não quer deixar de jogar o seu jogo favorito, onde tem de ir saltando os obstáculos nos esgotos com uma estranha criatura.

A ideia é muito boa, mas a execução está ainda melhor. O movimento do míudo pela rua fora, a dar os seus passos pé ante pé, a musiquinha chiptune do jogo a dar no telemóvel que seguramos nas mãos à nossa frente, os carros a passarem ao nosso lado na rua, com alguns a buzinarem para nos distrair ainda mais.


Como se não bastassem todas as distrações, ainda temos inclusive a nossa mãe a mandar mensagens que aparecem como notificações na parte superior do jogo no telemóvel, que se as formos ler, é com toda a certeza mais uma ajuda para perdermos o jogo mais rápido.

E como é que perdemos o jogo? Ora se deixarmos cair a criatura num buraco dos esgotos, é claro, e se nós próprios caírmos num dos buracos em obras no passeio, iremos descobrir quão reais são estas estranhas criaturas dos esgotos.

O jogo pode ser jogado com o iPhone na vertical ou na horizontal, bastando um toque no ecrã para saltar com a criatura, e deslizar para os lados para alternarmos entre 3 possíveis caminhos no passeio. É ainda possível ir mudando o aspecto do telemóvel à medida que vamos chegando cada vez mais longe, colocar os headphones mudando a qualidade da música, etc. Um jogo muito divertido, um belíssimo high score chaser que vos vai deixar com aquela vontade de fazer só mais um joguinho, e outro, e outro.


Double Dodgers na App Store

Tamanho: 44.3 MB

quarta-feira, 4 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

You're Fired! Job Simulator!

É o sonho de toda a gente, poder trabalhar numa caixa de um supermercado, e perceber o quão fácil é este maravilhoso trabalho de retirar os produtos do tapete rolante e passá-los pelo scanner. É esta a proposta do recém chegado You're Fired! Job Simulator! de Marco Krapf, um jogo para mãos rápidas que temos hoje grátis na App Store.


Como na vida real, este é um emprego difícil de manter, e aqui as coisas são ainda piores. Se aguentarem despachar 2 ou 3 clientes, vocês são os meus heróis. É difícil não perder o emprego rapidamente porque só podemos perder 3 produtos no máximo, não deixar os produtos chegarem à linha do laser em baixo, e receber sempre os pagamentos com sucesso.

Não é nada fácil, mas a tarefa em si, apesar de frenética, leva-nos para aquele estado de espírito onde queremos experimentar mais uma vez a aventura com um novo funcionário. No ecrã temos o tapete rolante que vai deslizando para baixo na nossa direcção, e os produtos vão deslizando separados pelos separados com o número dos clientes.


A ideia é pegar nos produtos e levá-los até ao scanner em baixo, na forma de um símbolo de "+", por onde temos de passar os produtos, evitando ao máximo tocar nos lasers dos lados. Quando chegar o separador do próximo cliente, agarramos nele e colocamos do lado direito do tapete rolante, e recebemos o pagamento, que é apenas mais um mini jogo onde seleccionamos as notas evitando tocar nas caveiras, ou então temos de passar o cartão de crédito na máquina, evitando tocar no boneco do karma que anda por ali a circular.

Para piorar a nossa tarefa temos uns ratinhos que vão aparecendo, que temos de retirar o mais rápido possível do tapete rolante, pois começam a empurrar os produtos para baixo, levando-nos a perder o emprego de imediato. Por vezes o scanner não consegue ler o preço de um produto e temos de inserir o seu código à mão, atrasando-nos ainda mais o trabalho.

Fora do jogo podemos ir ao escritório do gestor, onde podemos desbloquear novos produtos para vender no supermercado, visualizar quem é o novo funcionário na cantina, e aí adquirir um novo par de mãos, robóticas ou não, que nos darão mais dinheiro pelos produtos que vendermos. Um jogo frenético para quem tem bons reflexos e uns dedos bem rápidos.


You're Fired! Job Simulator! na App Store

Tamanho: 43.9 MB

terça-feira, 3 de março de 2020

Textual description of firstImageUrl

Coloring Watch

Fazer desenhos ou colorir num Apple Watch é toda uma moda que eu não sabia que existia, mas que faz todo o sentido em termos de saúde. A app é a Coloring Watch de Sydvesti Oy, está neste momento grátis na App Store e já foi escolha e app em destaque pelos editores da Apple.


Porquê usar o relógio da Apple para colorir desenhos, perguntam vocês? Para além de ser um passatempo relaxante, e até interessante tendo em conta a mecânica criada pelos programadores para se colorir os mais de 50 desenhos aqui presentes, é também uma óptima maneira de preencher os minutos de atenção plena da app que guarda os registos dos nossos dados de saúde.

Há uma app chamada "Respirar" que podemos usar para relaxar e nos focarmos na nossa respiração durante 1 ou mais minutos, e assim ver o nosso batimento cardíaco baixar. Normalmente é uma app que nos aparece sugerida pelo relógio durante o dia para ajudar com o nosso estado geral de saúde. É também uma app que podemos esquecer facilmente e nunca mais usar, em detrimento da nossa saúde, como é óbvio.


É aqui que entra esta Coloring Watch, pois sempre que vamos colorir um desenho, podemos optar por fazer uma sessão de pintura onde é registado o nosso batimento cardíaco. Como esta tarefa é altamente relaxante, faz todo o sentido que o batimento cardíaco seja registado como minutos de atenção plena na app de saúde no iPhone. Melhor guardar 5 minutos aqui, do que na app "Respirar", digo eu, que acabo por adormecer se estiver 5 minutos focado na minha respiração de olhos fechados.

Colorir no relógio não podia ser mais fácil. Tocar no lado direito ou esquerdo do ecrã para alterar entre diferentes áreas do desenho, e usar a coroa do relógio para escolher uma das 100 cores que temos disponíveis. Tocar com força no ecrã leva-nos de volta para a escolha dos desenhos, ou para activar uma sessão de minutos de atenção plena onde é feito um registo do nosso batimento cardíaco.

Os próprios desenhos são bem variados e até divertidos, com cerca de 10 desenhos a apresentarem-se animados, como as chamas de uma lareira, ou um homem a esquiar no gelo, ou uns enfeites de natal, ou mesmo uma rua movimentada cheia de gente a andar de um lado para o outro. Uma app bem interessante, que recomendo vivamente a quem tiver um Apple Watch no pulso.


Coloring Watch na App Store

Tamanho: 39.2 MB

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Match Solitaire

Sei que já pareço um disco riscado, mas a culpa é dos criadores de jogos que continuam a inovar sobre as fórmulas já bem conhecidas do mundo inteiro. Hoje venho-vos falar do recém chegado Match Solitaire da Hot Chai Productions, um jogo clássico de cartas do solitário que mais uma vez muda a mecânica do jogo introduzindo o match-3, e fá-lo de uma forma bem divertida e desafiante.


Não faltam aqui no Apps do iPhone jogos que nos permitem jogar o Solitário de todas as formas possíveis e imaginárias, e este Match Solitaire é apenas mais um a vir preencher este espaço que parece nunca ter fim, desde que haja a criatividade suficiente para trazer algo novo outra vez.

Desta vez fá-lo introduzindo a mecânica do match-3, que aliada à mecânica do clássico solitário, nos entrega nas mãos um jogo bem desafiante e divertido. O objectivo do jogo é livrarmo-nos das cartas todas que temos no ecrã, e para eliminá-las é preciso combinar 3 cartas iguais para que possam saltar lá para cima para o baralho de cartas.

Para nos ajudar na tarefa de desbloquear as cartas para poder tocar nelas e combiná-las, podemos usar os 4 espaços em baixo, onde podemos colocar apenas 4 cartas, libertando as de cima para fazer as combinações necessárias. Como é um jogo do solitário, há que usar a estratégia para colocar as cartas umas em cima das outras, respeitando as regras clássicas de fazer montes de cartas sequenciais umas em cima das outras (2, 3, 4, 5... J, Q, K, A, 2...etc).


Nos primeiros desafios, enquanto vamos jogando com o urso mágico Hugo (quando chegamos ao nível 10 desbloqueamos uma porquinha dançarina e por aí fora), podemos ver todas as cartas no ecrã, mas à medida que vamos subindo de nível, começamos a ter um baralho de cartas escondidas em baixo, no qual podemos tocar para nos distribuir 4 novas cartas em cima das cartas que já temos à nossa frente.

Para além deste modo de campanha onde podemos subir até ao nível 1000, com 10 personagens diferentes para desbloquear, podemos saltar para os desafios por dificuldade, onde podemos escolher entre 7 níveis diferentes de dificuldade, e ainda podemos tentar os desafios diários, o que nos transporta para cerca de 10 milhões de puzzles para resolver.

Todos os baralhos têm uma solução possível, o que é bom saber apesar de haver ajudas que podemos adquirir com as moedas que vamos ganhando, ou mesmo através de alguma compra in-app. De vez em quando aparece uma publicidade no ecrã, que pode ser eliminada de imediato tocando na cruz. No fundo, um jogo para os fãs de match-3 e solitário e não só, com muita personalidade e estilo, e super inovador e divertido. Não percam.


Match Solitaire na App Store

Tamanho: 177.4 MB