quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Phil The Pill

Numa mistura de clássicos como Bomberman, Pac-Man ou Super Mario, Phil The Pill da Curious Labs, é um jogo com muita personalidade, ao mesmo tempo desafiante com os seus puzzles e extremamente divertido, que podem encontrar hoje grátis na App Store.

No universo dos bichos de conta (ou sapateiro), tudo corria às mil maravilhas, todos viviam felizes, até ao dia que outros insectos bandidos invadiram as suas terras, raptaram a amada do nosso herói e levaram todos os seus tesouros.

Cabe-nos a nós controlar as capacidades extraordinárias de rolar do nosso herói, enquanto avançamos pelo território e labirintos dos insectos bandidos, onde teremos que salvar os nossos amigos, recuperar as moedas de ouro e todos os objectos roubados, e encontrar o amor da nossa vida.

O jogo está muito bem concebido, desde os seus gráficos fantásticos, à jogabilidade, ao humor constante do jogo. A mistura de mecânicas é aqui conseguida de forma brilhante. Por um lado parece o Pac-Man pois andamos por ali a passear no labirinto a "comer" os tesouros e os poderes, ao mesmo tempo destruíndo os insectos maus que nos aparecem à frente.


Por outro lado podemos usar armas para destruir blocos de terra que impedem a nossa passagem (e as nossas mãos), e usar bombas como no clássico Bomberman para destruir blocos mais resistentes como os blocos de pedra. É também um jogo com puzzles e quebra cabeças, pois põe-nos a pensar qual a melhor maneira de avançar no labirinto, porque se usarmos as únicas bombas que temos num local antes de desbloquearmos um outro local que tem uma arma que nos permite destruir blocos de madeira, ficamos presos, e temos de reiniciar o nível.

A mecânica de rolar deslizando com o dedo para mudar de direcção, deslizar com dois dedos para parar de rodar, e tocar com dois dedos para colocar uma bomba no chão, são coisas que aprendemos rapidamente, e nos habituamos com facilidade. Temos de ter atenção que o mau cheiro dos insectos começa a invadir o ecrã, por isso também estamos a jogar contra o tempo, e há que ser rápido a chegar à saída de cada labirinto.

Com muitos níveis e mundos disponíveis para jogar, temos aqui um jogo que até parece incrível estar gratuito na App Store, mas é esse o caso, e quem somos nós para nos queixar. É aproveitar, instalar, e derrotar estes insectos mal cheirosos, que o mundo dos bichos de conta precisa da vossa ajuda.

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

The Westport Independent

Um jogo que acabou de ficar gratuito é este The Westport Independent de Pontus Lunden, que se torna tão ou mais importante nos tempos que vivemos, onde o poder dos media podem mudar os corações do povo e os destinos de uma nação.

Este jogo vem muito na linha do espectacular Papers, Please, um jogo que devem jogar num iPad se apreciam estes temas da censura e do controlo do governo sobre os seus cidadãos. Neste caso gerimos um jornal, e como seu editor podemos modificar os artigos que são lançados ao nosso gosto, de maneira a agradar o governo, ou a agradar os rebeldes, que se opõem ao governo.

Numa altura em que temos um Trump a chamar de fake news a todas as publicações que se limitam a contar a verdade, temos outras publicações que preferem mentir, ou omitir, para passarem pelos pingos da chuva e tentarem não ser o foco da ira do presidente.

Neste jogo temos um governo autocrático que gosta muito de ser obedecido e cria novas regras para os media. Teremos que navegar essa linha fina da verdade e da "mentira" para que o governo não acabe connosco, correndo o risco por outro lado de perder o apoio do povo, e causar uma autêntica revolta popular.


Qual será a nossa posição para manter as coisas equilibradas? Como editor podemos censurar alguns trechos do artigo, de maneira a não falar mal do governo, mas tentando não irritar os rebeldes ao mesmo tempo. Podemos também mudar o título da notícia, que pode ajudar, pois há pessoas que só lêem os títulos.

Depois temos 4 jornalistas a quem passar os artigos censurados, para que estes os reescrevam para publicar no jornal, que sai todas as semanas. Cada um dos jornalistas tem um perfil particular, sendo mais pró ou contra o governo. Teremos de distribuir cada artigo da melhor forma por cada um dos jornalistas para os manter felizes no seu emprego, pois as suas opiniões também contam, e eles farão questão de nos dizer em cada reunião semanal.

Manter o jornal à tona e a sobreviver semana a semana é o nosso objectivo principal, pois queremos ter vendas e público, mas ao mesmo tempo não queremos que o governo nos ponha uma corda ao pescoço. Um jogo político, super actual, com alguma leitura para fazer e para tomar decisões, que não é com certeza para todos, mas que podem agora experimentá-lo livremente, que está disponível grátis na App Store.


The Westport Independent na App Store

Tamanho: 71.4 MB

terça-feira, 24 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

ClipDrop - AR Copy Paste

Como sabem, sou um fã acérrimo de experimentar novas tecnologias, novas apps. E esta última que me passou pela mão, a ClipDrop - AR Copy Paste da Init ML, é uma app de realidade aumentada perfeita para designers gráficos ou designers web.

Venho-vos aqui apresentar a app, mais como conceito ou experiência, porque não somos todos designers nem temos necessidade de uma ferramenta como esta, especialmente quando temos de pagar por ela. Portanto a app é gratuita e podemos criar 10 clips com ela para experimentar, mas a partir daí temos de subscrever uma mensalidade ou anuidade.

O que a app nos permite fazer é incrível, basta apontar o iPhone para um objecto, tocar no botão para registar, e a inteligência artificial da app encarrega-se de retirar o objecto do seu fundo, e ficamos com ele disponível para o enviar para a nuvem, ou para o colocar directamente num programa com o qual estejamos a trabalhar no desktop.


Isto é de uma utilidade tremenda para designers como é óbvio, que com o plugin activo no Photoshop, podem tocar prolongadamente sobre o objecto no iPhone, que este salta quase como magia para app de edição de imagem, como se pode ver nos exemplos do vídeo aqui em cima.

É magia sim senhor, e é espectacular. Mas mesmo com o uso apenas da cloud, podemos andar por aí no dia a dia a recolher todo o tipo de objectos que acharmos serem úteis para o nosso projecto, e depois estarem logo acessíveis na app do desktop para serem utilizados nas nossas apps de design (ou Word, Powerpoint, Paint, o que quisermos). Com 10 clips gratuitos, experimentem vocês próprios a magia desta app, que é qualquer coisa, e esperemos que em breve dê para fazer mais coisas no interior da app, sem termos de saltar para o desktop.

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Lamplight City mobile

Fortemente inspirado nos trabalhos literários de Edgar Allan Poe e Charles Dickens, e passado na Era Vitoriana, Lamplight City mobile da Application Systems Heidelberg Software GmbH, é um jogo point-and-click que nos põe a viver uma aventura como se fossemos um verdadeiro Sherlock Holmes.

Neste jogo vestimos o casaco de um antigo polícia que é agora um investigador privado, ao estilo de Sherlock Holmes, e teremos que desvendar 5 crimes, incluíndo aquele que nos fez abandonar a polícia e levou a enveredar por esta vida, que acontece logo no início do jogo.

O aspecto gráfico e tipo de aventura point and click faz-me lembrar de imediato o incrível The Secret of Monkey Island. O humor não é exactamente o mesmo, mas também está fortemente presente neste jogo, sendo a principal diferença a quantidade de conversas que vamos ter neste jogo, pois é um jogo com um ênfase forte na narrativa.

No entanto, não há cá inventários cheios de objectos para experimentar uns com os outros para ver se conseguimos obter algum resultado satisfatório. Aqui os objectos interagem automaticamente com outros no cenário, ou entre eles, caso tenhamos descoberto as pistas e informações que permitem que eles sejam combinados.


Há muitos cenários e objectos interactivos no jogo, quase como se fossem mini-jogos, nos quais teremos que tocar um piano, manipular uma alavanca, etc, etc. Convém salvar com frequência, pois é possível acusar a pessoa errada, e depois temos de voltar para trás para corrigir o erro. As nossas acções podem-nos levar para diversos finais, portanto estes save games são muito importantes.

Esta é uma aventura carregada de mistério e muitos quebra cabeças para resolver, onde teremos que juntar todos os pontos para chegar à solução de cada um dos crimes que nos são entregues pela inspectora da polícia. Temos muitas horas de jogo pela frente, portanto, é um daqueles jogos que recomendo vivamente aos fãs do género.


Lamplight City mobile na App Store

Tamanho: 2.1 GB


sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

DeLight: The Journey Home

Gosto bastante de jogos que nos mostram os efeitos da guerra na vida das pessoas, em particular quando é visto pelos olhos das crianças, que é completamente devastador. Esta semana estreou-se este DeLight: The Journey Home da Wexplore Games, um jogo que nos põe nos pés de uma criança cega numa altura em que a sua terra natal entra em guerra.

Neste jogo vestimos a pele de Sammy, uma menina que fica cega por causa da guerra, e a sua aventura pela cidade em busca dos seus pais. Para a ajudar tem um cão que fez como amigo muito recentemente, o qual a guiará pelos locais que terá de caminhar e assim evitar os muitos perigos que tem à sua volta.

Este é um jogo onde iremos experienciar os horrores da guerra, e o desafio que traz a cegueira a uma criança que acabou de perder a visão, especialmente nestas circunstâncias em que o mundo conhecido à sua volta desaba por completo.


No jogo acompanhamos Sammy antes de guerra, na sua rotina diária pela casa, nas brincadeiras com os amigos no parque (onde irá aprender a navegar o mundo à sua volta como se fosse uma míuda cega, que serve como uma espécie de tutorial para a aventura que se seguirá), até ao momento em que é dada a notícia da guerra e do estado de emergência, e o seu avô lhe diz para ir buscar a mochila para irem ter com os seus pais, que vivem longe.

Só poderemos jogar o primeiro capítulo, que nos levará cerca de uma hora de jogo, dependendo do tempo que perdermos a explorar tudo aquilo que nos rodeia. A partir daí ser-nos-á pedido para adquirir o jogo completo, assim como os restantes capítulos. Só o primeiro capítulo é o suficiente para nos deixar agarrados ao jogo, e mesmo que não queiram investir na restante história, acho que é algo que deveriam jogar, nem que seja só esta primeira hora de jogo.


DeLight: The Journey Home na App Store

Tamanho: 1.3 GB


quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Cubo Adventure: Block Puzzle

Mais uma reinvenção no que toca a combinar blocos em linha e coluna, Cubo Adventure: Block Puzzle de Maxim Linetsky, é um jogo gratuito que se estreou recentemente na App Store que nos vai pôr a puxar pela cabeça e a jogar contra o tempo.

O objectivo do jogo e de cada puzzle é eliminar os blocos que nos vão sendo disponibilizados em cima. Temos de escolher quais blocos queremos jogar, e colocá-los nos espaços livres na grelha em baixo. Cada escolha representa um determinado número de blocos, que podem ser jogados em linha recta, ou ter outros formatos caso seja possível mudar de direcção (o que é também descrito nas opções de cada grupo de blocos). 

Por exemplo se pudermos mudar uma vez de direcção, podemos criar um grupo de blocos em forma "L", e se pudermos mudar de direcção duas vezes podemos ter ainda mais formatos como um quadrado, rectângulo, etc. Também é possível combinar blocos de apenas uma cor, para conseguir um bónus na pontuação, mas só serve para isso mesmo.


O desafio deste jogo está na possibilidade de preenchermos a grelha com demasiados blocos e não podermos jogar mais nenhuma opção, nos níveis onde temos de jogar antes que se acabe o tempo para a próxima jogada, e depois na dificuldade que vai aumentando com grelhas de formatos diferentes e até blocos que não podem ser destruídos.

Bem, na verdade, os blocos negros podem ser destruídos, desde que apareça uma opção de blocos em cima que servem exactamente o propósito de destruir blocos, que tanto serve para os coloridos como para estes negros que não servem para nada.

O jogo conta com um modo de história onde vamos avançando puzzle atrás de puzzle, tentando obter as 3 estrelas, e conde vão sendo apresentadas novas mecânicas de uma maneira faseada. Depois temos um modo infinito, onde podemos jogar o máximo tempo que aguentarmos sem ficar sem movimentos, onde a dificuldade vai aumentando com o passar do tempo.


Cubo Adventure: Block Puzzle na App Store

Tamanho: 71.3 MB


quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Match Colours

Uma excelente e muito útil ferramenta para entusiastas da fotografia e vídeo, Match Colours de Enrique Garcia, permite-nos igualar as cores de duas imagens, dois vídeos, ou uma imagem e um vídeo, e está neste momento gratuita na App Store.

Somos livres de usar uma das milhares de apps que existem na App Store, incluíndo a app nativa de fotos do iPhone, para mudar por completo as cores, brilho, contraste, etc, das nossas fotos. Mas o que esta Match Colours faz é muito interessante, e acaba por ser uma mais valia em diversas situações.

Há profissionais que saberão perfeitamente como usar esta app, seja para retirar as cores e look de um determinado vídeo e replicá-lo numa série de fotos, ou vice versa, capturar as cores de uma foto e aplicá-la numa série de vídeos. Só por isto a app tem um valor inestimável, desde que o algoritmo AI se comporte como é suposto.

Mas mesmo que o algoritmo não funcione a 100% como gostaríamos, podemos a qualquer momento aceder às ferramentas de cor, brilho, exposição e contraste, fazer pequenos ajustes aqui e ali, até conseguirmos ter uma imagem com as cores como queremos.

Para um amador como eu, consigo ver que numa série de fotos tiradas no mesmo dia e local, algumas ficaram com as cores diferentes, seja porque a luz bateu de uma certa forma na lente, ou porque apanhou uma sombra, e então basta escolher a foto que ficou com as cores ideais, e aplicar a sua palete de cores às outras fotos que queremos que fiquem iguais.

Podemos fazer isto seleccionando a imagem ou vídeo que queremos alterar, e depois escolher a imagem ou vídeo que funciona como a fonte da palete de cores que queremos. Há uma opção na app em que fazemos mesmo o download de uma imagem com uma palete de cores, que podemos depois alterar livremente num programa de imagem, e depois ao importar, serão aplicadas essas alterações de cor às nossas imagens. Esta palete pode ficar guardada como template para ser usado em situações específicas.

Há também uma ferramenta que nos permite colorir imagens a preto e branco. É com certeza uma utilização muito específica, e podemos andar a trazer a cor de volta às fotos antigas a preto e branco que temos lá por casa, mas é também usado para servir como base para depois ser usado no igualar de cores pelo algortimo AI, e assim se conseguir melhores resultados.


Match Colours na App Store

Tamanho: 147.6 MB

 

terça-feira, 17 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Oculux

A mecânica não é nova, mas os twists que aparecem nos puzzles de Oculux da Logisk Studio Inc., são bem desafiantes ao longo dos seus mais de 200 níveis. Este é um jogo minimalista com um aspecto relaxante que se estreou recentemente e podem encontrá-lo grátis na App Store.

Com uma banda sonora que parece saída de um sonho (ou para nos pôr a dormir), temos aqui um jogo com uma mecânica famosa e usada em centenas de jogos, mas que nos traz a diferença dos seus twists de puzzle para puzzle. À medida que nos vamos aprofundando no jogo, vão sendo introduzidos alguns elementos que modificam a maneira como jogamos.

A ideia é simples, temos um círculo branco que devemos mover pelo labirinto e apanhar todos os diamantes aí disponíveis para saltar para o próximo puzzle. Quando é iniciado o movimento numa qualquer direcção, o círculo só para de se mover quando bate num obstáculo.


Os twists começam logo com a possibilidade de sair fora do ecrã (ou fora do labirinto). Se não houver nenhum bloco para nos travar o movimento, o círculo branco sai fora do labirinto e aparece do lado oposto do labirinto até encontrar novo obstáculo. Se não houver um obstáculo, entrará em loop, o que nos obriga a voltar atrás ou reiniciar o puzzle em questão.

Depois temos blocos que surgem do chão, depois de passarmos pelo seu lugar uma vez. Temos portais que nos transportam de um lugar para o outro, ou picos que devemos evitar a todo o custo, ou blocos que podemos arrastar que nos obrigam a repensar muito bem a nossa estratégia.

É possível terminar um puzzle fazendo o número de movimentos que quisermos, mas como no Golf, há um máximo número de movimentos que devemos tentar cumprir para obter a estrela em cada puzzle, e assim desbloquear os níveis de bónus. Estamos perante um belíssimo quebra cabeças, que podemos encontrar grátis na App Store, e que vale bem a pena.


Oculux na App Store

Tamanho: 85.5 MB


segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Code App

Para programadores iniciantes ou mesmo profissionais que precisem de testar algum código, Code App de Shing Hin Chung, é uma app que nos permite escrever e executar código na nuvem em mais de 40 linguagens diferentes, tudo feito num iPhone ou iPad com acesso à internet.

Para quem está a aprender alguma linguagem de programação, e esteja sem acesso a um computador, pode ser uma excelente ferramenta para treinar alguns trechos de código. Com um editor onde a linguagem aparece destacada, o que é muito útil, podemos rapidamente pedir para executar o código (que é enviado para o compilador na nuvem no fundo), e é-nos dado o resultado em baixo na consola.

Isto faz-se bem num iPhone com o teclado que aparece sobreposto no ecrã, mas é ainda mais funcional num iPad, especialmente se usarmos um teclado bluetooth. A app permite-nos visualizar um website num web server, permite-nos ligar a um repositário no GitHub, e até aceder a discos USB via a app de ficheiros.

Há óbvios limites naquilo que se pode fazer, mas com o suporte à compilação de todas estas linguagens, é uma ferramenta que não devemos deixar passar ao lado, especialmente sendo completamente gratuita:

Assembly (NASM 2.14.02)
Bash (5.0.0)
Basic (FBC 1.07.1)
C (Clang 7.0.1)
C++ (Clang 7.0.1)
C (GCC 7.4.0)
C++ (GCC 7.4.0)
C (GCC 8.3.0)
C++ (GCC 8.3.0)
C (GCC 9.2.0)
C++ (GCC 9.2.0)
C# (Mono 6.6.0.161)
COBOL (GnuCOBOL 2.2)
Common Lisp (SBCL 2.0.0)
D (DMD 2.089.1)
Elixir (1.9.4)
Erlang (OTP 22.2)
Executable
Fortran (GFortran 9.2.0)
Go (1.13.5)
Haskell (GHC 8.8.1)
Java (OpenJDK 13.0.1)
JavaScript (Node.js 12.14.0)
Kotlin (1.3.70)
Lua (5.3.5)
Objective-C (Clang 7.0.1)
OCaml (4.09.0)
Octave (5.1.0)
Pascal (FPC 3.0.4)
PHP (7.4.1)
Plain Text
Prolog (GNU Prolog 1.4.5)
Python (2.7.17)
Python (3.8.1)
R (4.0.0)
Ruby (2.7.0)
Rust (1.40.0)
Scala (2.13.2)
SQL (SQLite 3.27.2)
Swift (5.2.3)
TypeScript (3.7.4)
Visual Basic.Net (vbnc 0.0.0.5943)

É de salientar que poder executar JavaScript ou PHP é uma excelente ajuda para os web developers, e Objective-C e Swift são uma óptima maneira de ir treinando código para criar apps para iPhone e iPad.


Code App na App Store

Tamanho: 86.7 MB


sexta-feira, 13 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Pedometer Plus

Numa altura em que devemos evitar ginásios e fazer desporto em locais fechados por causa do Covid-19, fazer caminhadas continua a ser das melhores coisas que podemos fazer para nos mantermos saudáveis e na linha, e porque podemos cumprir com o distanciamento social. É de aproveitar a promoção e instalar esta Pedometer Plus de Martin Roeder, um contador de passos com complicações para o Apple Watch que está neste momento grátis na App Store.

O iPhone conta os passos que damos quando andamos com ele para todo o lado graças ao processador integrado de movimento, mas o ideal será mesmo ter um Apple Watch, até porque as complicações que podemos adicionar aos nossos relógios combinam muito bem com as complicações de actividade nativas.

Na app no iPhone temos acesso aos passos que já demos hoje e aos passos que já demos nos últimos 7 dias. Estas duas medidas são representadas em dois círculos, um azul que nos mostra o dia de hoje, e um rosa que nos mostra o progresso dos últimos 7 dias, que nos dá uma ideia do nosso avanço e do que nos falta fazer em termos de passos.

No Apple Watch podemos activar uma série de complicações diferentes, que se adaptam à maioria dos relógios que podemos escolher, seja uma complicação no canto de um relógio analógico, ou uma complicação de ecrã inteiro num relógio digital, estamos bem servidos em termos de informação sempre disponível ao virar do pulso.

Os círculos são os mesmos que aparecem na app do iPhone, e podemos tê-los "lado a lado" com as complicações de actividade do Apple Watch, o que nos dá uma ideia gráfica do nosso progresso em termos de actividade. Ali ao lado do movimento, tempo de pé e exercício, ficamos também com os passos que já demos hoje e durante os últimos 7 dias.

É muito importante fazer desporto, e fazer caminhadas é mesmo muito fácil. Ponham os headphones, ouçam música ou podcasts, mas vão caminhar, que estes círculos da Pedometer Plus não se preenchem sozinhos. Se quiserem também uns widgets para o vosso iPhone há uma versão Pro desta app que também está em promoção.


Pedometer Plus na App Store

Tamanho: 27.4 MB


quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Gnomitaire

E cá estamos nós de volta à taverna do jogo Card Crawl, desta vez para fazer um joguinho rápido de solitário. Arnold Rauers traz-nos desta vez este Gnomitaire, um jogo gratuito que nos põe a jogar solitário com apenas 16 cartas contra um gnomo.

Se nunca passaram por nenhum jogo de Arnold Rauers, então esta é uma boa altura para o fazerem, que os seus jogos são uma delícia, tanto em termos de design como jogabilidade e genialidade. Desta vez, no lugar dos combates habituais contra um adversário, ou na fuga de uma máquina infernal, estamos perante um simples jogo de solitário, onde temos de ordenar 16 cartas à nossa frente para vencer o jogo.

Na mesma taverna onde nos defrontavamos com monstros em Card Crawl, desta vez temos à nossa frente um gnomo a desafiar-nos com o seu baralho especial. Somos apenas nós e as 16 cartas, e alguma paciência e estratégia à mistura.


Temos em baixo 4 montes de 4 cartas cada, e vamos ter de ir jogando as cartas em 4 colunas na mesa. Quando conseguirmos despachar as 16 cartas na mesa, ganhamos a partida. Cada carta tem um naipe (espadas, ouros, corações, paus), e na mesma coluna não podem existir naipes repetidos. Como em Miracle Merchant, cada carta diz-nos que naipes podemos jogar em cima dessa mesma carta, o que nos limita um pouco as jogadas.

Temos de ter isso em atenção, mas não é muito difícil chegar ao final em poucos minutos (segundos?). Isto no modo casual, porque se passarmos para o modo Expert temos uma nova regra em jogo, que é não poder ter naipes repetidos nem numa coluna, nem numa linha, o que complica um pouco as coisas.

Há também um modo de Challenge que nos põe frente a frente com outros 9 jogadores e com um baralho idêntico, a ver quem termina mais rápido e no menor número de jogadas. Para fazer jogos rápidos, este Gnomitaire é uma delícia, e aqueles que gostam de competir pela pontuação, têm aqui muito que competir.


Gnomitaire na App Store

Tamanho: 95.8 MB


quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Magic Photo Eraser

Não é a primeira app que menciono aqui no Apps do iPhone do género, mas continua a ser uma ferramenta muito interessante de ter no estojo de qualquer fotógrafo. Estou a falar de Magic Photo Eraser de Grzegorz Surma, uma app que está hoje grátis na App Store que nos permite remover objectos e pessoas indesejadas das nossas fotografias.

Este tipo de app varia muito na sua complexidade, e esta posso afirmar que é das mais simples que já utilizei. Basta escolher a foto que queremos modificar, que tanto pode ser uma foto do nosso rôlo de câmara ou uma escolhida aleatóriamente da web, tocando no ícone do planeta (para praticar??).

Depois apenas temos de tocar no botão do meio com o sarrabisco, para escolher uma área na imagem onde se encontra o objecto ou pessoa que queremos retirar. Isto leva-nos para uma outra secção da app onde temos apenas a área seleccionada da foto e com um pincel podemos desenhar uma máscara sobre aquilo que queremos que desapareça.

Com a máscara bem desenhada sobre o objecto que queremos eliminar, tocamos no botão em baixo ao centro para se fazer magia, e depois se estivermos satisfeitos tocar no botão aplicar para que esta alteração seja aplicada à imagem final. É depois aqui que podemos guardar a imagem no rôlo de câmara, ou simplesmente partilhar com quem quisermos ou onde quisermos nas redes sociais.

É de notar que podemos ficar na área de edição o tempo que quisermos até obter o resultado que queremos. Por vezes na primeira vez que aplicamos a ferramenta de desaparecimento, ficam algumas coisas estranhas na imagem, e para o corrigir basta pintar sobre essa zona com a máscara, e voltar a aplicar o botão de magia até ficar tudo como queremos.

Ter uma pessoa ou um objecto qualquer a estragar-nos uma foto perfeita é uma chatice, e apps como esta são uma salvação, pois fazem desaparecer essas coisas de uma forma mágica e com um grau de sucesso muito grande (depende sempre da "confusão" de elementos na imagem). Aproveitem para instalar esta app enquanto está gratuita na App Store, que vale bem pena.


Magic Photo Eraser na App Store

Tamanho: 26.4 MB


terça-feira, 10 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Nightcam: Night Mode Camera

Com os iPhones mais recentes tirar fotografias à noite passou a ser algo natural e as fotos que se conseguem são muito boas. Para os iPhones mais antigos e para quem quer ter algum controlo sobre o processo de tirar fotos em ambientes escuros, esta Nightcam: Night Mode Camera de Ahmet Serdar Karadeniz, é a app ideal e está hoje grátis na App Store.

Para conseguir fotos em ambientes escuros com alguma qualidade e luminosidade nos iPhones mais antigos, não há nenhuma app como a NeuralCam Night Camera, mas o que esta Nightcam faz é também muito interessante por si só, e com o seu algoritmo e inteligência artificial consegue obter uns resultados bem porreiros.

Mas o que eu mais aprecio nesta app é o controlo automático da exposição, que funciona muito bem, e ajusta os valores de ISO (sensibilidade) e velocidade de forma automática e com grande precisão. Não há milagres em ambientes completamente escuros, mas com o iPhone pousado numa superfície estável ou tripé, é possível obter fotos com muito mais luz que o normal.

No entanto, o modo que realmente interessa para os mais criativos e profissionais, é o modo de controlo de exposição manual. Ao activarmos este modo manual, passamos a poder controlar a sensibilidade ISO e velocidade do obturador à mão, com os controlos a aparecerem sobrepostos em baixo no ecrã.

Para além de conseguirmos obter o resultado exacto que estamos à procura em termos de luz, é possível verificar com a câmara em tempo real como irá ficar a foto final. Podemos por exemplo fazer efeitos de arrastamento com luz, imagens tremidas propositadamente, dependendo da velocidade escolhida para o obturador, etc, etc.

Uma app que está neste momento gratuita, e que nos dá algum poder de controlo manual sobre fotos tiradas à noite, e com a possibilidade de dar asas à imaginação e à criatividade. Não é a app para iluminar uma cena completamente às escuras, mas é uma ferramenta muito interessante para ter no "estojo" de qualquer fotógrafo.


Nightcam: Night Mode Camera na App Store

Tamanho: 36.6 MB


segunda-feira, 9 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Fill me up - Block Brain Game!

Inspirado nos puzzles estilo TangramFill me up - Block Brain Game! de Andrey Spencer, é um jogo carregado de puzzles muito bem concebido e que fará as delícias dos fãs destes quebra cabeças. Podem encontrá-lo hoje grátis na App Store.

Este tipo de puzzle é bem simples no início, onde temos de colocar peças de todas as formas possíveis, de maneira a preencher a grelha vazia que temos à nossa frente. Não temos qualquer ajuda, por isso temos de ter uma boa noção de espaço para perceber onde colocar quais peças e aonde.

Na verdade também podemos andar ali a experimentar, a colocar peças aqui e ali até conseguirmos acertar com o resultado final. Mas as grelhas começam a ficar mais complexas, e as peças também começam a ter tamanhos e formatos diversos.

Com algumas regras novas a serem introduzidas no caminho, este jogo é um excelente desafio para quem procura resolver uns puzzles no seu dia a dia. Com o som activo, é muito interessante "sentir" as peças a serem pousadas nos seus lugares, ou serem retiradas para dar lugar a outras. Aproveitem que Fill me up - Block Brain Game! está neste momento grátis na App Store.


Fill me up - Block Brain Game! na App Store

Tamanho: 35.9 MB


sexta-feira, 6 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

PUSHOT - ARCADE PUZZLE GAME

Aqui está um jogo que à primeira se estranha, mas que passados alguns minutos se entranha debaixo da pele. Estou a falar de PUSHOT - ARCADE PUZZLE GAME de ZHEN CHYEN LAU, um jogo gratuito match-3 com uma mecânica bem fora do normal, mas extremamente desafiante.

Para quem gosta de resolver puzzles, mas não suporta ser apressado, este jogo não é para vocês. Há aqui puzzles para resolver, mas há sempre um relógio a jogar contra nós, com blocos sempre a surgir no ecrã, obrigando-nos a actuar rápido e a pensar ainda mais rápido.

É portanto uma mistura entre Arcade e Puzzles, onde temos de deslocar o nosso personagem de maneira a empurrar blocos de maneira a que encostem 3 ou mais, para que desapareçam do ecrã. É um match-3 onde temos de empurrar as peças umas contra as outras, num ecrã que se vai enchendo rapidamente, até ficarmos sem espaço e perdermos o jogo.

O tutorial demora o seu tempo no início a explicar tudo aquilo que podemos fazer, e as técnicas necessárias para combinar estes blocos. À primeira vista até parece que é um tipo de jogo, mas depressa percebemos que é mesmo um match-3 acelerado. No entanto a mecânica é muito interessante, e o jogo é bem desafiante.

Usar o nosso personagem para empurrar blocos é simples. Ele desloca-se sempre em linha recta e só pára quando embate num bloco ou na parede. Depois de encostar num bloco, e se houver espaço, pode empurrá-lo até este embater na parede ou noutro bloco. Se tiverem cores iguais e estiverem mais de 3 juntos, este rebentam e desaparecem do ecrã.

Mas vamos ter de andar a jogar com os blocos que combinam, pois estes demoram uns segundos até desaparecer, o que nos permite atirar outros blocos da mesma cor contra os mesmos, para fazer combinações de mais blocos. Se forem 4 fazem com que um bloco aleatório mude de cor, se forem 5 ou mais aparece um bloco arco-íris que combina com qualquer cor.

Depois aparecem blocos negros que não nos permitem mover, e os blocos que vão aparecendo sucessivamente de x em x segundos no ecrã, que primeiro são tipo luz ou uma espécie de bloco fantasma, que pode ser atravessado por outros blocos, fazendo-os mudar de cor.

A estratégia que pode ser empregue neste jogo é extensa, e vamos ficando cada mais profissionais à medida que vamo jogando mais e mais. É um jogo que primeiro se estranha, mas depois se entranha. Por isso dêem-lhe uma chance e fiquem surpreendidos com o quão inovador o mesmo é, e pela sua qualidade gráfica e sonora.


PUSHOT - ARCADE PUZZLE GAME na App Store

Tamanho: 161 MB


quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Wayway's RowRow

Um programador está a fazer um jogo, e descobre que um dos mini jogos desse jogo daria um belíssimo jogo. É esse o caso deste Wayway's RowRow da Wayway Inc., um jogo de lógica que foi incubado dentro de outro jogo e que é mesmo muito interessante e está hoje grátis na App Store.

Este é um jogo matemático mas não parece. Com o seu aspecto minimalista quase como se fosse desenhado a lápis num papel mate, e as formas que transformam toda a experiência em algo mais zen do que um simples jogo com números, temos aqui em Wayway's RowRow um grande desafio pela frente.

Com um tutorial nos primeiros desafios que nos explica como resolver estes pequenos puzzles, começa bem simples pedindo-nos para deslizar uns blocos de maneira a que combinem com outros blocos com a mesma forma que os primeiros. Até aqui nada para chatear muito os nossos neurónios.


Mas depois é-nos explicado que essas figuras geométricas representam números, se contarmos os seus lados, como por exemplo um círculo é o número 1, uma linha na diagonal é o número 2, um triângulo o número 3, o quadrado o número 4, e por aí fora. O que isto quer dizer é que podemos sobrepôr formas de maneira a fazer somas entre as formas geométricas.

Se tivermos que conseguir um quadrado, indicado a branco com uma setinha, podemos colocar à sua frente um triângulo e um círculo, na mesma linha (ou coluna conforme a orientação), o que dá 3+1 = 4. Parece simples, mas com 100 puzzles pela frente, podem ter a certeza que as coisas vão ficar bem mais complicadas, especialmente quando tivermos muitos mais blocos e outros blocos especiais que temos de tirar da frente para abrir caminho às figuras geométricas.


Wayway's RowRow na App Store

Tamanho: 161.6 MB


quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

NBC News: Breaking & US News

Com novas regras a entrar hoje em vigor em Portugal para tentar conter a disseminação do vírus Covid-19, há que dar uso aos novos widgets do iOS 14, neste caso instalando a app gratuita NBC News: Breaking & US News da NBC News Digital LLC, que para além das notícias mundiais tem um widget muito interessante para nos mostrar a situação do Covid-19 no nosso país.

A NBC News tem uma app para quem quer seguir as notícias nos Estados Unidos da América e os seus programas interessantes, mas também para acompanhar as notícias mundiais, que também estão presentes na app, óbviamente.

Mas eu venho hoje falar desta app por causa dos seus widgets fantásticos, que tanto nos podem pôr as últimas notícias ao nível mundial logo ali no nosso ecrã principal do iPhone, ou uma galeria de fotografias com o melhor do fotojornalismo actual, ou então um tracker para seguir a evolução do Covid-19 no mundo.

Com vários tamanhos, desde o quadrado mais pequeno aos rectangulares widgets médios e grande, podemos ter ali no ecrã principal um widget que nos mostra a evolução da Covid-19 em qualquer país que quisermos do mundo.

Como se pode ver na imagem em cima escolhi mostrar a evolução do vírus em Portugal num widget de tamanho médio, que me parece excelente para encaixar no widget em modo carrossel, onde se pode deslizar com o dedo para visualizar outros widgets que me são importantes.

É possível escolher se queremos ver representado no gráfico o número de mortes ao longo do tempo, ou o número de casos. E a esperança é ver aquele gráfico a ficar plano, e a voltar a descer, desde que as pessoas tenham os cuidados que têm sido recomendados desde o início. Depois podemos substituí-lo pelo widget das notícias, e de preferência nunca mais ouvir falar deste vírus.


NBC News: Breaking & US News na App Store

Tamanho: 39.3 MB


terça-feira, 3 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Drop the Box 3D

Os jogos que saiem das mãos da Digital Toys Company têm todos um aspecto muito real, como é caso de Glopy e Glopo. E assim é também com este Drop the Box 3D de Teodora Boyanova, um divertido jogo com uma mecânica diferente do habitual onde temos de levar um caixote sem o destruir até ao camião de entregas, e podemos encontrá-lo grátis na App Store.

A ideia é bem simples, mas a execução é muito interessante e inovadora. Num armazém temos em cima um caixote para entregar, e temos de o fazer chegar ao camião que aguarda lá em baixo ao nível do chão. A única coisa que podemos fazer é colocar uns pins para dentro, de maneira a que abram caminho para o caixote cair até ao fundo.

Mas temos de o fazer com muito cuidado e usando a cabeça, pois se o deixamos cair de uma altura elevada, ou se permitimos que este seja atingido por tábuas de madeira ou mesmo outros mecanismos em movimento da fábrica, este pode ser amassado ou destruído, o que é de evitar a todo o custo.

Ao carregar na lupa passamos para um modo afastado, onde podemos visualizar o nível inteiro, bastando deslizar com o dedo no ecrã. E vamos mesmo querer fazer isso, pois há níveis bem complexos, que mais parecem uma máquina de Rube Goldberg, com um caminho enorme para fazer.


Por vezes temos mais que um caixote para colocar no camião, o que complica mais as coisas, e à medida que vamos avançando começamos a ter pinos que não podemos mover, ou pinos que se podem arrastar para os lados em vez de só para dentro, e até alguns que podem entrar e sair.

Com o aparecimento de autênticas armadilhas que se movem e podem destruir o caixote, e até de fogo que pode queimar por completo a nossa encomenda, o jogo pode-se tornar bem complexo para conseguirmos obter as 3 estrelas. 

Há caixotes e camiões para adquirir (o que é algo apenas estético), e muitos puzzles para resolver. Também há publicidade a aparecer aqui e ali, mas nada que seja muito chato. Para um jogo gratuito, com uns gráficos 3D impecáveis (podemos mudar a qualidade nas definiçõs para iPhones mais antigos), temos aqui um belíssimo jogo que não devem ignorar.


Drop the Box 3D na App Store

Tamanho: 212.6 MB


segunda-feira, 2 de novembro de 2020

Textual description of firstImageUrl

Tetrax

Quase que parece um Tetris com Legos, mas no fundo é um desafio bem diferente, Tetrax de Yenidunya Oyun Bilisim Limited Sirketi, criadores do jogo Glopy, está disponível grátis na App Store, e é um daqueles jogos que nos leva até ao limite, para conseguir as melhores pontuações.

Quando arranca começamos a ver as peças a cair, e o objectivo é eliminar linhas como no Tetris. Quantas mais linhas conseguirmos eliminar de uma só vez melhor, e é mesmo aí que reside a dificuldade do jogo, conseguir eliminar o maior número de linhas ao mesmo tempo.

A mecânica é algo básica, e até perfeita para qualquer míudo que nunca tenha jogado um jogo estilo Tetris, mas aqui temos o poder de eliminar peças que já estejam em baixo, bastando tocar nelas com o dedo. E não há qualquer limite para o número de peças que podemos eliminar. Basta fazer as contas de cabeça para ver se o formato da peça que vem a cair encaixa na perfeição nas peças que estão em baixo, de maneira a que faça uma linha horizontal perfeita.


É possível ficar horas a jogar desta forma, nem que seja para praticar, a eliminar poucas linhas de cada vez. Mas para tornar a coisa bem mais desafiante e ganhar combos incríveis, há que tentar eliminar mais de 10 linhas, o que nos leva quase a tocar no topo com as peças. Isso traduz-se em GAME OVER MAN, por isso muito cuidado com o risco.

Sem risco, não há pontuação grande, por isso é mesmo para aí que queremos caminhar. Ir eliminando apenas as peças necessárias para não estragar por completo o jogo, mas evitando fazer linhas, enquanto não chegarmos ao topo. Ao conseguirmos fazer linhas apenas quando estamos lá em cima é a adrenalina total, porque podemos perder de um segundo para o outro, mas se o fizermos, somos os maiores. 

Um jogo muito simples, com uma mecânica nova, e um aspecto gráfico bem interessante, onde é até possível adquirir novos temas através de compras in-app (para os fãs). As vozes a acompanhar os momentos em que conseguimos grandes combo são magníficas, e a jogabilidade é bem porreira para um jogo gratuito.


Tetrax na App Store

Tamanho: 195.2 MB