quinta-feira, 6 de junho de 2013

Textual description of firstImageUrl

Scurvy Scallywags

Arrrr, eu não vos disse ontem que o género match-3 ainda tinha muitas cartas para dar? Aquela jogabilidade que até tinha a sua piada há uns tempos atrás em jogos como o Bejeweled, é agora ultrapassada, e de que maneira, num jogo como este Scurvy Scallywags da Beep Games, uma grande aventura com piratas que nos chega pelas mãos do veterano Ron Gilbert (criador de jogos bem famosos da LucasArts, como o espectacular The Secret of Monkey Island) e Clayton Kauzlaric.


Sim, o tema são os piratas, que não é terreno estranho para Ron Gilbert, e ainda bem que ele volta à carga no mundo dos jogos, e torna a apostar neste mundo louco das pernas de pau, papagaios, rum, e muitos Aaarrrr's.

Estamos aqui perante um autêntico musical pirata, não fosse o objectivo principal do jogo encontrar o cântico pirata perfeito, e de facto pelo que podemos ouvir, a banda sonora é espectacular e acompanha-nos durante todos os desafios.


Depois de escolhermos o aspecto do nosso pirata (podemos trocar chapéus, roupas, espadas, cabeças), avançamos pelos mares, parando em cada uma das ilhas que nos aparece pela frente, onde poderemos então visitar vários locais de interesse, para procurar tesouros, materiais para construir novos barcos (como madeira e pregos), e finalmente encontrar mais um dos cânticos pirata para juntar à colecção.

Como qualquer jogo de piratas que se preze, temos de ter muito cuidado com os piratas mortos-vivos que vão surgindo no ecrã, os quais teremos que eliminar, assim como vários monstros, que abundam por estes mares nunca dantes navegados.

O aspecto do jogo é o clássico tabuleiro carregado de "peças" ao estilo match-3, onde teremos que juntar 3 ou mais objectos iguais em linha ou coluna, para que estes sejam eliminados do ecrã. E aqui vem o twist (um deles pelo menos), ao contrário dos clássicos jogos match-3 onde as peças caiem sempre de cima para baixo, aqui estas movem-se na direcção na qual deslizarmos o dedo para trocar as duas peças escolhidas.


Para além disto, ainda temos o nosso pirata lá pelo meio, o qual teremos que ir movendo na direcção de arcas do tesouro, na direcção dos cânticos quando estes aparecem no ecrã, e principalmente para nos mantermos afastados dos outros piratas e monstros que nos querem destruir.

Um pirata que se preze não foge de uma boa luta, e por isso há que combinar 3 ou mais espadas, para aumentar o nosso poder de ataque. Quando virmos que o nosso poder de ataque (aparece um número sobre o pirata) é superior ao dos nossos adversários, então aí podemos começar a aproximar-nos lentamente, e finalmente entrar num combate até à morte (a dos adversários, de preferência).

Enquanto temos apenas um pirata morto vivo a passear no ecrã a tentar atacar-nos, não há problema, o verdadeiro stress é quando começamos a ter 3 ou 4 adversários a perseguir-nos, e aí está o grande desafio deste jogo.


O que vale é que com cada combate vamos subindo de nível, o que nos permite melhorar muitas das características e habilidades do nosso pirata. E com o ouro que vamos pilhando, poderemos depois adquirir algumas ajudas essenciais, como por exemplo uma arma que pode ser usada pontualmente sobre um inimigo, ou o poder do sapo que nos permite saltar para 3 casas de distância da posição original (que tanto pode servir para fugir, como para aproximar do inimigo, ou mesmo de um qualquer tesouro), e muitos outros poderes.

O jogo é muito bem humorado, e é apresentado como se estivessemos a assistir a uma peça de teatro, aparecendo várias vezes em palco os piratas e demais monstros, falando para nós (o público), sempre com piadas terríveis de piratas (como tem que ser).

Com música e efeitos sonoros fantásticos sempre a acompanhar a nossa aventura, temos 4 ilhas para atravessar, desde a ilha da selva, a ilha do deserto, a ilha do gelo, ou a ilha do fogo, e com várias aventuras paralelas para concluir (apanhar o máximo de ouro que conseguirmos num minuto, entre outras).

Se apreciam um bom jogo match-3, com elementos RPG, piratas, boa música, muito humor, zombies, monstros, e essencialmente um jogo mais virado para a resolução de puzzles que outra coisa, então não devem deixar passar este divertido jogo ao lado, especialmente por estar a um preço super baixo na App Store, e também porque se trata de uma app universal compatível com iPhone e iPad.


Scurvy Scallywags na App Store (Brasil)

Scurvy Scallywags na App Store (Portugal)

Tamanho: 88.5 MB




Sem comentários :

Publicar um comentário